Cotidiano

Tocha olímpica vai passar por mais de 20 cidades do Paraná

Da Redação ·
Percurso da tocha olímpica no Paraná vai contar com atrações turísticas como as Cataratas do Iguaçu  (Foto: Erickson Rezende/ RPC)
Percurso da tocha olímpica no Paraná vai contar com atrações turísticas como as Cataratas do Iguaçu (Foto: Erickson Rezende/ RPC)

Durante sete dias, a chama olímpica percorrerá 22 cidades paranaenses e pernoitará em seis delas. O roteiro inclui Foz do Iguaçu, na Tríplice Fronteira, onde está um dos mais famosos atrativos naturais do mundo: as Cataratas do Iguaçu. A tocha também passará pela capital, Curitiba, com destaques como o Jardim Botânico, o Teatro Ópera de Arame e a Torre em forma de olho do Museu Oscar Niemeyer.

Ponta Grossa, nos Campos Gerais, que abriga o Parque Estadual de Vila Velha, também está no roteiro do símbolo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. No parque, chamam atenção as gigantescas formações rochosas que mudam de cor conforme a hora e a incidência solar. Também faz parte do percurso da chama o município de Londrina (norte do Estado), famoso por eventos como o Festival de Música e o Festival Internacional de Teatro. O visitante que vai a Londrina pode ainda apreciar o café local, já que a cidade é uma das nove que compõe a Rota do Café.

Já em Cascavel, o ponto forte é o turismo de negócios e eventos. Para ajudar na preservação e na exploração sustentável do turismo nos destinos paranaenses, o Ministério do Turismo apoiou nos últimos anos projetos que somam quase R$ 478 milhões. Entre essas obras financiadas destacam-se a construção do Centro de Eventos de Foz do Iguaçu e de sinalização turística em Curitiba.

Roteiro

Dia 28 de junho, a tocha chega ao Paraná com a primeira parada em Londrina, onde pernoitará. No dia seguinte, segue pelas cidades de Arapongas, Maringá, Campo Mourão antes de passar a noite em Cascavel. Dia 30, a comitiva do revezamento percorre Matelândia, Medianeira, São Miguel do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu até chegar em Foz do Iguaçu. Em 2 de julho, o percurso é retomado e cruza os municípios de Céu Azul, Santa Tereza do Oeste, Realeza, Francisco Beltrão e Pato Branco, para mais um pernoite.

Em 14 de julho, depois de passar pelo Rio Grande do Sul e Santa Catarina, a tocha volta ao Paraná, entrando por São José dos Pinhais. No mesmo dia, segue para Curitiba, para a festa de celebração que se repetirá em todas as cidades de pernoite. Nos dias 15 e 16, é a vez dos municípios de Fazenda Rio Grande, Araucária, Campo Largo, Ponta Grossa (pernoite) e Castro. Pelo Brasil  Brasília será a primeira cidade brasileira a receber a tocha dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

A chama desembarca no País no dia 3 de maio, após começar a sua jornada, em 21 de abril, na Grécia, onde será acesa em Olímpia, cidade-berço dos Jogos. Depois de um rápido trajeto pela Grécia e pela sede do Comitê Olímpico Internacional, na Suíça, a chama será entregue ao Brasil. Durante 90 dias, a tocha olímpica vai percorrer cerca de 330 cidades brasileiras e chega ao Rio de Janeiro no dia 5 de agosto para a abertura dos Jogos Olímpicos.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

continua após publicidade