Cotidiano

Polícia prende idoso que vendia terreno com documentos falsos

Da Redação ·
Idoso confessou crime e alegou que receberia R$ 10 mil pelo golpe (Foto: Polícia Civil/Divulgação)
Idoso confessou crime e alegou que receberia R$ 10 mil pelo golpe (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil prendeu em flagrante um homem de 69 anos, que estaria vendendo terrenos com documentos falsos, em Curitiba. Geraldo Sabino de Andrade, foi detido dentro de um cartório na região central, por investigadores da Delegacia de Estelionato. 

continua após publicidade

De acordo com a polícia no ato da prisão o senhor tentava vender um terreno, localizado no município de Fazenda Rio Grande, Região Metropolitana de Curitiba, por R$ 120 mil, utilizando toda documentação falsificada. 

Na delegacia o suspeito confessou o crime, alegando ser vítima de outras pessoas e que receberia R$ 10 mil reais pela transação. Segundo o delegado-titular da unidade, Wallace de Oliveira Brito, este homem já possui outras passagens pela polícia. 

continua após publicidade

"Ele é natural de São Paulo e estava morando na capital paranaense há um ano. Além de ter passagens policiais no estado de São Paulo, ele também possui passagens no Paraná", finaliza o delegado lembrando que possivelmente deve ter feito outras vítimas nos demais estados brasileiros. 

Andrade responderá pelo crimes de estelionato e falsidade ideológica, se condenado poderá pegar até oito anos de prisão. A polícia acredita que com a divulgação de sua imagem novas vítimas poderão aparecer. O real proprietário do terreno já foi comunicado pela Polícia.