Cotidiano

​Campanha Nacional de vacinação contra o HPV segue até dia 15/4

Da Redação ·
Campanha nacional de vacinação contra o HPV (FOTO: Ministério da saúde)
Campanha nacional de vacinação contra o HPV (FOTO: Ministério da saúde)

A campanha iniciada no dia 3 de abril tem como objetivo prevenir as mulheres do Papiloma Vírus Humano (HPV). A vacinação é indicada para meninas de 9 a 13 anos que são o público-alvo da campanha. A meta para esse ano é de que pelo menos 80% dessas garotas recebam a vacina que protege contra quatro subtipos do vírus (6, 11, 16 e 18) e tem 98% de eficácia.

continua após publicidade

Cartaz da campanha (FOTO: Ministério da Saúde)

HPV é indicado para meninas nessa faixa etária  para que elas assim que iniciarem sua vida sexual estejam protegidas. Segundo estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS), oito em cada 10 pessoas com vida sexual ativa tiveram contato com o HPV em algum momento da vida.

continua após publicidade

A imunização se dá através de uma primeira vacinação com um reforço sendo aplicado dentro de um período de seis meses após a dose inicial. Quem já tomou a primeira dose e não realizou o reforço e tem menos de 15 anos também pode procurar os postos de saúde de todos os municípios, que é onde poderão ser encontradas as vacinas.Mulheres com até 26 anos, portadoras do vírus HIV também fazem parte do público alvo podendo receber a vacina gratuitamente.

A DOENÇA -  O HPV é uma das doenças sexualmente transmissíveis mais comum que existe, podendo atingir tanto mulheres como homens, causando feridas e verrugas genitais.

Porém a presença do vírus nas mulheres é mais preocupante, uma vez que o HPV é um dos causadores de câncer de colo de útero, sendo o responsável em 90% dos casos, e a quarta maior incidência de morte por câncer no público feminino. Ainda assim, as mulheres vacinadas não estão totalmente imunes, uma vez que existe mais de 200 tipos de HPV, sendo que 13 deles são capazes de provocar câncer, e a vacina chamada quadrivalente, protege apenas contra 4 dos principais subtipos. A OMS calcula que 290 milhões de mulheres no mundo estão contaminadas pelo vírus, e que estes números podem causar até 265 mil óbitos.

DEMAIS PÚBLICOS - A vacina contra o HPV também pode ser encontrada na rede privada, para homens e mulheres que não se encaixem no público-alvo. É recomendado que até os 45 anos as pessoas ainda sejam imunizadas.