Cotidiano

Uber gera discussão na câmara de Curitiba

Da Redação ·
Vereadores protagonizaram discussões acaloradas na câmara (Divulgação)
Vereadores protagonizaram discussões acaloradas na câmara (Divulgação)

O aplicativo de transporte Uber voltou a gerar polêmica. O serviço alternativo passou a operar em Curitiba (PR) na semana passada e foi o foco principal das discussões durante sessão da Câmara de Vereadores, na manhã desta terça-feira (22/03). O aplicativo vem gerando tensão nas ruas da capital tanto que taxistas decidiram acompanhar a sessão para protestar.

continua após publicidade

Vereadores Chico do Uberaba (PMN) e Jairo Marcelino (PSD), autores de projetos que objetivam barrar o Uber na capital, protagonizaram discussões acaloradas no plenário, em oposição a liberação do serviço.

Durante sua fala, Chico do Uberaba acusou a Prefeitura Municipal e a Urbanização de Curitiba S/A (Urbs) de negligência. De acordo com ele, nenhuma providência foi tomada para barra o uso do aplicativo em Curitiba. O vereador ressaltou que não é contra o aplicativo, no entanto considera o serviço irregular.

continua após publicidade

POLÊMICA - O transporte individual de passageiros foi um dos temas mais polêmicos de 2015 nas grandes capitais. A discussão sobre a legalidade do Uber opôs motoristas que prestam o serviço a taxistas resultando em diversos protestos e até mesmo em violência física.

O aplicativo possibilita chamar um carro, como um táxi. O serviço passou a incomodar taxistas que começaram a reclamar sobre a concorrência desleal, sob a alegação de que o serviço é ilegal. A categoria protagonizou vários protestos e o maior deles ocorreu no Rio de Janeiro, em julho do ano passado.