Cotidiano

PM prende homem após ele detonar rojão contra manifestantes no Paraná

Da Redação ·
Políticos do PT durante manifestação - (Foto: Giuliano Gomes/PR Press)
Políticos do PT durante manifestação - (Foto: Giuliano Gomes/PR Press)

Conforme os organizadores, cerca de 30 mil pessoas participaram de ato em apoio a Dilma Roussef e ao ex-presidente Lula em Curitiba Policiais militares prenderam um homem durante uma manifestação de apoio do governo aa presidente Dilma Rousseff, ocorrido na noite desta sexta-feira (18), em Curitiba, após ele atirar um rojão em direção à multidão. Ninguém ficou ferido.

A PM acrescentou que uma moça também acabou detida depois de soltar um rojão. No entanto, o artefato teria sido jogado contra a PM, atingindo de raspão uma policial. Não há mais informações sobre o caso. 

NÚMERO DE PARTICIPANTES - Segundo organizadores da manifestação, o ato contou com a presença de 30 mil pessoas.  Já a Polícia Militar estima em cinco o número de participantes. Eles se concentraram em frente ao prédio da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e depois caminharam pelas ruas da área central de Curitiba e foram até a Boca Maldita.

continua após publicidade