Cotidiano

​Agente é detido passando drogas, celulares e dinheiro para presos

Da Redação ·
Drogas, dinheiro e celulares apreendidos com agente em Ivaiporã (Foto: Ivan Maldonado)
Drogas, dinheiro e celulares apreendidos com agente em Ivaiporã (Foto: Ivan Maldonado)

Um agente de cadeia da Secretaria da Justiça e da Cidadania do Estado do Paraná (Seju) foi preso na madrugada desta segunda-feira (29) após ser flagrado com drogas, dinheiro e aparelhos celulares no momento em que seriam entregues a detentos em Ivaiporã, no Centro Norte do Paraná. Adevilson Mateus Trajano, de 37 anos, trabalha na carceragem da 54ª Delegacia Regional de Polícia, com sede no município. 

continua após publicidade

Segundo o delegado Gustavo Dante, o agente de cadeia já vinha sendo investigado há mais de dois meses. "Ontem (domingo) nós recebemos informações anônimas que o Adevilson iria receber droga e alguns aparelhos celulares para introduzir no interior da carceragem. Juntamente com investigadores, fizemos campana nas proximidades da delegacia”, conta. 

No momento em que os policiais perceberam a movimentação, eles entraram na delegacia e flagraram o agente passando os materiais ilícitos para os detentos. “Eu e dois investigadores entramos pela área administrativa da delegacia e na cela dos fundos flagramos o agente passando as drogas e os celulares”.

continua após publicidade

Informalmente quando foi preso, Trajano confessou o crime e disse que recebeu R$ 300 pelo serviço. “Ele confessou até porque não há duvidas da participação dele, já que foi flagrado no momento exato. Ele disse que foi a primeira vez, mas sabemos que da forma que tentou  fazer o ingresso das drogas ele já tinha alguma experiência”, relata Dante. No total foram encontrados 240 gramas de maconha, dividido em três invólucros plásticos, seis aparelhos celulares, dois carregadores e R$ 1,1 mil em dinheiro.

Gustavo Dante, delegado de Ivaiporã (Foto: Ivan Maldonado)

Após prestar depoimento, o agente foi encaminhado para uma unidade prisional da 17ª Subdivisão da Polícia Civil, em Apucarana, no Norte do Paraná, onde permanecerá à disposição da Justiça. Trajano, que trabalhava há quase três anos em Ivaiporã, foi autuado por tráfico de drogas e no artigo 349-A do Código Penal, que versa sobre a conduta de ingressar, promover, intermediar, auxiliar ou facilitar a entrada de aparelhos ilícitos em estabelecimento prisional.

continua após publicidade

Esta foi à terceira vez que pessoas ligadas à segurança pública de Ivaiporã são envolvidas em esquema com drogas na 54ª DRP. Em 2010 durante a “Operação Vale do Ivaí”, dois investigadores e dois agentes de carceragem foram presos. Segundo investigações à época, eles facilitavam o contato de traficantes presos com as pessoas que agiam fora da cadeia.  

Em 2015, o delegado Gustavo Dante abriu inquérito para apurar a participação de outro agente de cadeia.