Cotidiano

"Hobbits" misteriosos não eram humanos como nós

Da Redação ·
Da esquerda para a direita: um homem de Flores, um Homo Sapiens e um Neandertal, em Lyon, França. Fonte:  telegraph.co.uk
Da esquerda para a direita: um homem de Flores, um Homo Sapiens e um Neandertal, em Lyon, França. Fonte: telegraph.co.uk

Humanos com cerca de um metro de altura e 25 kg de peso que habitaram uma ilha da Indonésia há 15 mil anos não eram Homo sapiens, e sim uma outra espécie, de acordo com um estudo publicado nesta segunda (15) que gerou debates entre a comunidade antropológica.

continua após publicidade

Controvérsias haviam sido geradas: não se sabia se eles eram humanos primitivos ou espécimes de homens modernos deformados por doença. O novo estudo, baseado na análise de ossos do crânio, demonstrou de uma vez por todas que as pequenas criaturas não eram Homo sapiens.

continua após publicidade

Uma escola de pensamento acreditava que o homem de Flores descende do Homo erectus e ficou menor com o passar das gerações.

continua após publicidade

O processo proposto para isso é chamado de "encolhimento insular" - animais, depois de migrar por pontes intercontinentais durante períodos de mar baixo, acabam isolados em ilhas quando os oceanos sobem, e seu tamanho progressivamente diminui quando a quantidade de alimento decai. Essa ideia é apoiada pelo fato de que a ilha de Flores também foi habitada por criaturas semelhantes a elefantes, porém com tamanho reduzido.

Entretanto, outros pesquisadores argumentam que os Homo floresiensis eram humanos modernos que tiveram sua estatura e cérebro reduzidos por desordens genéticas. As principais suspeitas são cretinismo e microcefalia.

continua após publicidade

Um grupo de cientistas franceses, entre eles o paleontólogo Philippe Charlier, da Universidade de Paris-Descartes, publicaram uma pesquisa na revista científica Human Evolution, onde analisaram um dos crânios usando instrumentos modernos.

continua após publicidade

Os resultados não tiveram ambiguidade: "Não foram encontradas características de nossa espécie."

continua após publicidade

Embora tenham encontrado evidências de doenças menores, não havia nada que correspondesse às desordens genéticas que os outros pesquisadores propuseram.

Entretanto, os cientistas ainda não descobriram o que o "hobbit" exatamente é - apenas descobriram não se tratar de um Homo sapiens - e não descartaram a hipótese de este descender do Homo erectus, o qual chegou à ilha vizinha de Java alguns milhões de anos atrás. "No momento, não podemos afirmar uma coisa nem outra," afirmou um dos cientistas.

Fonte The Telegraph, por AFP