Cotidiano

Planta carnívora "conta" para controlar a digestão

.

Plantas carnívoras do gênero dioneia, popularmente conhecidas como "papa-moscas" contam os estímulos em seus capilares para controlar a digestão. Foto: awkwardbotany.com
Plantas carnívoras do gênero dioneia, popularmente conhecidas como "papa-moscas" contam os estímulos em seus capilares para controlar a digestão. Foto: awkwardbotany.com

Um estudo feito por cientistas alemães indica que plantas do gênero dioneia contam o número de vezes que insetos tocam  em suas folhas, para controlar a digestão. O toque gera reações de liberação de enzimas ou hormônios no estômago da planta, de maneira análoga ao que acontece quando alimentos passam pela garganta no corpo humano.

Estudos anteriores já haviam indicado que o estímulo deve durar de 15 a 20 segundos para que a "boca" se feche, de maneira a economizar a energia que seria gasta em alarmes falsos, tais como gotas de chuva.

O novo estudo revela como a planta carnívora reage a estímulos subsequentes, acelerando o processo digestivo quando a captura é confirmada e aumentando a secreção de enzimas digestivas quando a presa é grande.

"A quantidade de ações potencias informa [a planta] a respeito do tamanho e conteúdo nutricional da presa", disse o pesquisador Rainer Hedrich, da Universidade de Wurzburg. "Isso ajuda a planta a balancear o custo e o benefício da caçada", continuou ele.

O professor Hedrich e seus colegas estimularam os capilares da planta mais de 60 vezes, utilizando um instrumento especial, ou, em alguns casos, um grilo.

Conforme os números aumentaram, bem como as taxas de hormônios e hidrólises para "quebrar" os nutrientes, a equipe percebeu um aumento na produção de canais de sódio. Os cientistas acreditam que este processo facilita a absorção de íons de sódio do animal que está sendo dissolvido, através de glândulas especiais

Fonte: bbcnews.com