Facebook Img Logo
Mais lidas
Cotidiano

​Helicóptero dá apoio para salvamento de menor afogado no Litoral do Paraná 

.

Jovem foi resgatado do mar no Paraná com auxílio de aeronave - Foto: Divulgação
Jovem foi resgatado do mar no Paraná com auxílio de aeronave - Foto: Divulgação

Em apoio ao Corpo de Bombeiros do Paraná e usando as técnicas de salvamento e resgate no mar a partir de uma aeronave, um tripulante do Batalhão de Operações Policiais Aéreas (BPMOA) saltou na água na tarde de domingo (27) em Praia de Leste, Litoral do Paraná, para salvar um adolescente de 17 anos que estava afogado. O salto ocorreu após 30 minutos de sobrevoo sobre o local indicado e quando a tripulação conseguiu visualizar onde estava o corpo do adolescente, aparentemente sem vida. "Recebemos um chamado informando que um adolescente havia se afogado no mar, entre os postos de Guarda-Vidas Leste III e Banestado. Em minutos chegamos ao local, fizemos vários sobrevoos, com duração aproximada de 30 minutos, até localizar visualmente o corpo do adolescente sobre a água, o qual parecia estar sem vida", relata o comandante da aeronave Falcão 04, que fez coordenou a ação de salvamento, capitão Antônio Cláudio da Cruz.

O tripulante Panzarini visualizou o jovem e o tripulante Kupka saltou ao mar e retirou, com os Guarda-Vidas, o jovem da água levando-o até a areia, onde os bombeiros iniciaram, juntamente com o médico, os procedimentos de ressuscitação. "Após cerca de 1h20 de manobras de ressuscitação cardiopulmonar, os bombeiros conseguiram recuperar, quase como um milagre", conta o comandante da aeronave. O menor foi colocado na aeronave, que fez a remoção aéro-médica da vítima no hospital. "O que salvou a vida do rapaz foi agilidade que a aeronave oferece, aliada à persistência das buscas e ao esforço incessante da equipe de bombeiros e médica na areia", assegura o capitão Cruz. Conforme com o Porta-Voz do Corpo de Bombeiros no "Verão Paraná 2015/2016", capitão Fernando Tratch o jovem, que estava acompanhado dos familiares e é morador de Colombo (PR), banhava-se em uma área não protegida por guarda-vidas quando se afogou.

"Sua irmã correu até o Posto de Guarda-Vidas mais próximo para pedir ajuda, informando que seu irmão tinha se afogado. Ele foi retirado da água em estado grave, em parada cardiorrespiratória", conta Tratch. A aeronave pousou na areia e o médico pode dar o atendimento juntamente com os bombeiros. "Os Guarda-Vidas e o médico realizaram os procedimentos de desobstrução de vias aéreas e ressuscitação cardiopulmonar (RCP) por cerca de 1h20min, momento em que os sinais vitais retornaram", revela Tratch.

O rapaz foi encaminhado ao Hospital Regional do Litoral (HRL), em Paranaguá.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber