Paraná prepara plano para retomada da economia no pós-Covid-19 - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Coronavírus

Paraná prepara plano para retomada da economia no pós-Covid-19

Foto por
Escrito por Agência de notícias do Paraná
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O Governo do Estado prepara um plano de ação projetando a retomada econômica do Paraná após a crise instalada com a pandemia de coronavírus. Em reunião por videoconferência com lideranças do setor produtivo que formam o chamado G7, o governador Carlos Massa Ratinho Junior informou nesta segunda-feira (20) que um comitê de trabalho foi criado para propor estratégias que busquem acelerar o processo de recuperação. O grupo, destacou Ratinho Junior, será liderado pelo vice-governador Darci Piana.

Além disso, o Estado vai lançar nas próximas semanas um selo “made in Paraná” para estimular a produção e consumo de produtos locais, fortalecendo o empresariado paranaense. A intenção é fomentar a economia, gerando emprego e renda nas mais diversas regiões. Uma campanha publicitária, em diversas mídias, também está sendo criada como forma de propagar a iniciativa.

Participaram da reunião o presidente do Sistema Ocepar (cooperativas) e atual coordenador do G7, José Roberto Ricken; os presidentes da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Carlos Valter Martins Pedro; do Sistema Faep (Federação da Agricultura do Estado do Paraná), Ágide Meneguette; da Associação Comercial do Paraná (ACP), Camilo Turmnina; Sérgio Malucelli, da Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná (Fetranspar); e da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná, Marco Tadeu Barbosa. Piana representou também a Fecomércio.

“É o momento de se pensar no day after, em como acelerar após o fim da pandemia. Ter um plano estratégico e consistente, sem deixar de olhar, é claro, para aquilo que é mais importante agora, salvar vidas”, disse o governador. “Queremos criar mecanismos conjuntos que possam ajudar o setor produtivo a se reequilibrar. Ações que vão além da oferta de crédito”, acrescentou.

COMPRAS - Como forma de colaborar e expandir a iniciativa, Ratinho Junior reforçou que o governo iniciou estudos para também ampliar a compra de produtos estaduais. “Fazemos licitações todos os dias, muitas delas milionárias. Pedi para que, dentro da lei, se possa encontrar um forma de comprar mais dos nossos fornecedores locais”, explicou.

INFRAESTRUTURA – O governador comentou ainda que o Estado pensa em formas alternativas de estimular a construção civil, especialmente com obras de infraestrutura rodoviária, polo indutor da geração de empregos. “Iniciativas rápidas para colaborar com a população”, afirmou ele.

O conjunto de medidas foi bem recebido pelas lideranças produtivas. “Estamos ao lado do Governo do Estado e sabemos também que ele está do nosso lado para fazer com que o Paraná saia o mais rapidamente possível desta crise”, disse Ricken. “Essa iniciativa de induzir a consumo do produto paranaense, por si só, já é muito boa. E disso que o Estado precisa”, completou Martins Pedro.

BALANÇO – O governador aproveitou o encontro para fazer também um balanço das iniciativas nas áreas social e de saúde para combater o Covid-19. Citou a antecipação da entrega dos Hospitais Regionais de Guarapuava, Ivaiporã e Telêmaco Borba. Os complexos que ficariam prontos apenas no fim do ano serão finalizados em até 45 dias, acrescentando ao sistema público de saúde mais 50 leitos de UTI e 160 de enfermaria.

Mencionou também a distribuição de máscaras, álcool gel, cestas básicas, além da merenda escolar. “Estamos fazendo de tudo para que o paranaense sofra o menos possível com tudo isso que está acontecendo”, ressaltou Ratinho Junior.

Deixe seu comentário sobre: "Paraná prepara plano para retomada da economia no pós-Covid-19"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Mais Notícias