Mais lidas
Ver todos

    Coronavírus

    China revisa número de mortos por covid-19 e adiciona mais 1.290 óbitos

    Foto: Pixabay
    Foto por
    Escrito por DA REDAÇÃO
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    A China, alvo de suspeitas e críticas por sua gestão da pandemia de Covid-19, revisou os números e anunciou nesta sexta-feira (17) e adicionou quase 1.300 pessoas que morreram de novo coronavírus na cidade chinesa de Wuhan. Pequim refutou acusações de acobertamento.

    Com os novos números, o balanço total de óbitos na China subiu para 4.632 mortes. A revisão ocorre depois da especulação generalizada de que o número de mortes em Wuhan é consideravelmente maior do que o relatado.

    Os novos números de Wuhan aumentam as dúvidas sobre o que aconteceu realmente na China, sobre o quanto são realmente confiáveis os balanços das autoridades. O presidente, Donald Trump, expressou na quarta-feira seu ceticismo nas informações do Partido Comunista Chinês.

    “Será que vocês realmente acreditam nestes números neste país vasto chamado China, e que eles têm um certo número de casos e um certo número de mortes; alguém realmente acredita nisso?”, questionou ele.

    O governo chinês negou nesta sexta-feira ter ocultado os números do balanço da COVID-19. "Nunca aconteceu nenhuma ocultação e não autorizaremos nenhuma", afirmou o porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores, Zhao Lijian.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Jornal da Tribuna 2ª Edição - Destaque: Pré Candidato a vereador em Apucarana desmente boato sobre prisão

    Deixe seu comentário sobre: "China revisa número de mortos por covid-19 e adiciona mais 1.290 óbitos"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

    Mais Notícias