'Vamos sair dessa crise antes dos outros países', diz Guedes - TNOnline
Mais lidas

    Coronavírus

    Coronavírus

    'Vamos sair dessa crise antes dos outros países', diz Guedes

    'Vamos sair dessa crise antes dos outros países', diz Guedes
    Foto por Reprodução
    Escrito por redação
    Publicado em 29.03.2020, 15:23:00 Editado em 29.03.2020, 15:28:36
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, considera que o Brasil voltará a crescer em um período de cinco meses, após superar a crise decorrente da pandemia do novo coronavírus. O ministro estima que será necessário cerca de três meses de isolamento social no País para atender a área da saúde durante o pico das contaminações.

    "Daqui a cinco meses estamos crescendo de novo. Nós vamos surpreender. Vamos sair dessa crise antes dos outros países, vamos fazer dinheiro chegar nas prefeituras", disse o ministro ao encerrar a sua participação em videoconferência promovida pela Confederação Nacional de Municípios (CNM).

    No encontro, Guedes defendeu aumentar os repasses para os municípios, mas relatou dificuldades para fazê-lo porque considera que o Brasil "está cheio de dinheiro carimbado, bloqueado em fundos". Segundo ele, 96% dos recursos estão nessa situação.

    O ministro voltou a defender a aprovação do pacto federativo para que cada município possa decidir a destinação dos recursos. "O dinheiro tem que estar livre para que o prefeito decida. Não há substituto para o gestor local", declarou.

    Estadão Conteúdo

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Coronavírus

    Deixe seu comentário sobre: "'Vamos sair dessa crise antes dos outros países', diz Guedes"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.