Notícias

Briga após separação de casal termina com dois presos

Durante a abordagem, o irmão do autor de violência doméstica desacatou e avançou contra os policiais e também acabou preso

Da Redação ·
Imagem meramente ilustrativa
fonte: Reprodução
Imagem meramente ilustrativa

Na noite de domingo (27), por volta das 22h30, a equipe ROTAM, foi solicitada via COPOM para atender na Rua Armando Presa, em Ivaiporã, uma ocorrência de violência doméstica, onde uma mulher teria sido agredida pelo ex-convivente.

continua após publicidade

Conforme consta no boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), chegando ao local, os policiais conversaram com a vítima, que passou a relatar que o ex-convivente no período da tarde, pediu para pegar alguns objetos que teria ficado na residência e que a vítima autorizou. Porém não acompanhou a retirada dos pertences.

Porém algumas horas depois, a solicitante deu por falta de R$ 200,00 de sua carteira e ao questionar o ex sobre o dinheiro, ele a agrediu com socos e chutes, onde alguns familiares da vítima entraram em vias de fato com o autor que teve o pé esquerdo cortado por estilhaços de uma janela que foi quebrada durante a briga.  

continua após publicidade

Os policiais então, realizaram a abordagem do autor que estava com um facão e um cabo de machado nas mãos, na casa vizinha, onde está residindo com seu irmão,

Durante a abordagem o irmão do autor começou a desacatar a equipe, dizendo “saiam da minha casa seus merdas, vocês não tem direito de entrar na minha casa, vocês não podem colocar a mão no meu irmão, bando de filhos da p..., pega eu”.

Foi dada voz de abordagem para o mesmo, que desobedeceu e investiu contra a equipe com chutes e socos e tentou pegar um soldado pelo pescoço, sendo necessário o uso da força física e técnicas de imobilização.

continua após publicidade

Após ser contido foi dada voz de prisão ao autor do desacato, desobediência e resistência, e também  ao autor das agressões da solicitante, pois a vítima tem interesse de representação.

Durante a condução, um dos presos, mesmo algemado começou a dar cabeçadas e chutes na tampa do camburão da viatura arrancando as tampas do compartimento.