Mais lidas

    Brasil

    Brasil

    'Se faz isso com um cão, pode fazer o mesmo com pessoas': sargento da PM é acusado de matar cadela a tiros no Pará

    Foto: arquivo pessoal
    Foto por Reprodução
    Foto: arquivo pessoal
    Escrito por DA REDAÇÃO
    Publicado em 30.08.2017, 08:55:00 Editado em 30.08.2017, 08:58:44
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Prenha há dois meses, a cadela foi atingida por dois tiros feitos por um sargento da Polícia Militar, afirma sua dona. Mesmo ferida, chegou a subir as escadas da casa onde mora em busca de abrigo, mas desabou a um passo da entrada.

    A cabeleireira e eletricista Almira Lúcia Costa Cordeiro, de 42 anos, publicou no Facebook um relato sobre o caso. O texto é acompanhado de um vídeo que compila imagens de câmeras de segurança mostrando o animal caindo à beira da porta e, depois, um homem saindo do local no mesmo momento - segundo ela, o PM.


    Até o início da tarde desta sexta-feira, a postagem já havia sido compartilhada mais de 24 mil vezes.
    "Eu estava em casa e ouvi os disparos logo depois do almoço. Meu esposo olhou pela janela e viu que ele (PM) estava guardando a arma na cintura e perguntou o que ele tinha acontecido. O homem só respondeu: 'Ele veio querer me atacar'", contou a cabeleireira à BBC Brasil.

    Cordeiro diz ter pensado que o vizinho tivesse atirado depois de sofrer uma tentativa de assalto. Mas seu sobrinho de 13 anos viu que Estrela estava caída sangrando na escada da casa.

    A cabeleireira fez um boletim de ocorrência e denunciou o sargento, que mora a um quarteirão de sua casa. O corpo da cadela foi levado para passar por uma perícia na Ufra (Universidade Federal Rural da Amazônia).

    Em nota, a Secretaria da Segurança Pública do Pará informou que o sargento foi identificado e que prestaria depoimento sobre o caso na Dema (Divisão Especializada em Meio Ambiente) nesta quinta-feira. Até o início da noite, a pasta não informou se o policial foi ouvido.

    Fonte: BBC


    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Brasil

    Deixe seu comentário sobre: "'Se faz isso com um cão, pode fazer o mesmo com pessoas': sargento da PM é acusado de matar cadela a tiros no Pará"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.