Brasil

Navio misterioso que 'surgiu' em praia de SP vira alvo de pesquisadores estrangeiros

Da Redação ·
Foto: José Claudio Pimentel/G1
Foto: José Claudio Pimentel/G1

Arqueólogos e historiadores de Portugal foram acionados para auxiliarem nas investigações que tentam descobrir a qual embarcação pertencem os destroços localizados em Santos, no litoral de São Paulo. Um veleiro com três mastros, encalhado em 1895, foi apontado nesta terça-feira (29) como a "hipótese mais provável".

continua após publicidade

Há uma semana, a maré baixa e a erosão da Praia do Embaré provocaram o aparecimento de pedaços de madeira e metal que se assemelham a um casco de navio, próximo à mureta do Canal 5. Segundo a prefeitura, os destroços têm pouco mais de 50 metros de comprimento e 12 metros de largura, aproximadamente.

"Desde a localização, estamos monitorando toda a estrutura e realizando medições. Fizemos imagens e enviamos a especialistas em embarcações de madeira, em Portugal. Eles estão analisando tudo e colaborando com a nossa investigação", explica o arquerólogo Manoel Gonzales, que lidera uma equipe de seis profissionais em Santos.

continua após publicidade

A estrutura parcialmente revelada na areia é praticamente toda composta de madeira. "Vemos ali o fundo da embarcação, que ficou aterrado com o tempo e nunca foi retirado dali. As peças são unidas por longas estacas de metal, que funcionam como juntas. Isso já nos oferece uma pista", explicou o arqueólogo.

Fonte: G1