Vazamento de lista do Covid pode ter 'cunho político', diz secretário - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

ARAPONGAS

Vazamento de lista do Covid pode ter 'cunho político', diz secretário

Foto por Divulgação
Escrito por Aline Andrade
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Depois da veiculação de uma reportagem no último sábado (11), denunciando o vazamento de informações sigilosas a respeito de pacientes com Covid 19 em Arapongas, a secretaria de Saúde do município enviou um Comunicado Interno (CI) à Procuradoria Jurídica da prefeitura solicitando medidas para identificar como as informações teriam sido divulgadas e quem seria responsável pelo fato.

De acordo com o secretário de Saúde de Arapongas Moacir Paludeto Junior, ele foi informado do problema por uma repórter que foi procurada por uma suposta paciente de Covid 19 que teria recebido uma lista com nomes e informações pessoais de todas as pessoas diagnosticadas com o vírus na cidade. Para a repórter, a suposta vítima estaria se sentindo lesada com a situação. “Pedi para que ela me enviasse o documento e percebi que se tratava realmente dos dados utilizados pelos nossos servidores para controle. Porém, não tivemos informações de que essa lista teria circulado em nenhum grupo ou rede social. Ninguém mais viu essa lista”, disse o secretário.

Paludeto explica que os dados são compartilhados apenas pelos profissionais de enfermagem que atuam na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). A suspeita, segundo o secretário, é de que essa denúncia tenha cunho político. “Acreditamos que algum servidor, por motivos políticos, tenha vazado essa lista confidencial para um terceiro realizar a denúncia de forma proposital. Até porque, além da equipe de reportagem, essa lista não foi vista por mais ninguém. Monitoramos vários grupos em redes sociais, ninguém recebeu essa lista”, afirmou.

Ainda segundo o secretário, a partir de agora, a Procuradoria Jurídica do município deve conduzir a apuração dos fatos, e com base no estatuto do servidor, se comprovada atitude de má fé, o profissional poderá ser exonerado de seu cargo. “Vamos aguardar o parecer dos advogados que devem nos orientar inclusive se deveremos registrar boletim de ocorrências para abertura de um inquérito policial”, explicou.

Ação contra o município

Uma paciente de 39 anos diagnosticada com Covid 19 em Arapongas e que não se identificou, disse que deve mover uma ação contra o município caso seja confirmado que seus dados pessoais foram divulgados abertamente. Ela conta que não recebeu e nem viu a lista, mas soube através da irmã, da reportagem veiculada afirmando o vazamento de dados. “Eu soube porque minha irmã viu no jornal e compartilhou a notícia comigo. É uma situação difícil, diante de tudo que passamos após o resultado positivo, muita coisa muda, não só a nossa preocupação com a doença e sim tudo o que envolve. A falta de informação faz com que a as outras pessoas que não entendem ou não passaram por isso comecem a falar coisas sem sentido, inclusive fazendo ameaças e discriminação”, desabafou.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Vazamento de lista do Covid pode ter 'cunho político', diz secretário"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.