Vândalos causam estragos na Praça Mauá, em fase final de revitalização - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

ARAPONGAS

Vândalos causam estragos na Praça Mauá, em fase final de revitalização

Escrito por Silvia Vilarinho
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

A depredação de lixeiras recém-instaladas e a retirada de parte das pastilhas que revestem a fonte luminosa da Praça Mauá, que está em fase final de revitalização, são alguns dos estragos causados por vândalos e que revoltaram na sexta-feira (1) servidores da Prefeitura e da empresa responsável pela obra. Além desses estragos, também foi jogado lixo em alguns pontos da praça. “É lamentável que algumas pessoas tenham, infelizmente, esse tipo de mentalidade, pois estão depredando o patrimônio público e comprometendo o andamento de uma obra que tem prazo para ser entregue”, afirma o vice-prefeito Jair Milani.

Construída nos anos 40, a Praça Mauá, depois renomeada de Praça Doutor Júlio Junqueira, foi um dos pontos mais frequentados de Arapongas ao longo de décadas. O projeto de reforma foi elaborado pela equipe de engenheiros da Secretaria de Obras da Prefeitura.

A revitalização é resultado de um convênio entre o município e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (Sedu).Jair Milani afirma que o trabalho de recuperação da Praça Mauá demandou amplo trabalho da equipe de engenheiros do município. O desafio foi buscar um projeto capaz de remodelar todo aquele espaço, dando um aspecto moderno e acolhedor e, ao mesmo tempo, conservando detalhes básicos do projeto original. “É revoltante ver que algumas pessoas têm a coragem de tentar retirar as lixeiras recém-instaladas, retirar as pastilhas da fonte luminosa, além de causar outros estragos em uma obra que está custando verba pública e que visa recuperar um espaço histórico e estratégico no centro de Arapongas”, acrescenta o vice-prefeito. “Queremos pedir a todos que, se presenciar alguma ação nesse sentido, denunciem imediatamente à Guarda Municipal ou à Polícia. Essas pessoas não podem ficar impunes”, frisa Milani.

VOCÊ SABIA?Patrimônio Público é o conjunto de bens e direitos de valor econômico, artístico, estético, histórico ou turístico, pertencentes aos entes da administração pública direta e indireta. Segundo a definição da lei, o que caracteriza o patrimônio público é o fato de pertencer ele a um ente público – a União, um Estado, um Município, uma autarquia ou uma empresa pública.O que diz o Código Penal (Lei Nº 2.848/40) sobre Dano ao Patrimônio Público?Art. 163 – Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia:Pena – detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.Parágrafo único – Se o crime é cometido:I – com violência à pessoa ou grave ameaça;II – com emprego de substância inflamável ou explosiva, se o fato não constitui crime mais grave;III – contra o patrimônio da União, Estado, Município, empresa concessionária de serviços públicos ou sociedade de economia mista;IV – por motivo egoístico ou com prejuízo considerável para a vítimaPena – detenção, de 6 (seis) meses a 3 (três) anos, e multa, além da pena correspondente à violência.FONTE: Código Penal acesse: http://bit.ly/18kAH0G para demais informações.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Vândalos causam estragos na Praça Mauá, em fase final de revitalização"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.