Arapongas

Último bota-fora do ano recolhe 7.550 kg de lixo eletrônico

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Último bota-fora do ano recolhe 7.550 kg de lixo eletrônico
Último bota-fora do ano recolhe 7.550 kg de lixo eletrônico

No sábado, 12, o último bota-fora do ano -  uma ação da Prefeitura de Arapongas, por meio da Secretaria do Meio Ambiente recolheu 7.550 kg de lixo eletrônico; 1.420 lâmpadas; 130 pneus; 1.240 kg de materiais inservíveis (sofás, armários, guarda roupa, entre outros), além da arrecadação de mais de 200 brinquedos. Ambas as ações contaram com o apoio da Companhia de Desenvolvimento de Arapongas (Codar), Guarda Municipal, SEMAPA, A.M Materiais Elétricos, empresa Koregon Pipes, M.H.S Materiais e Cooperativa Zona Sul.  Conforme os organizadores, o lixo recolhido foi em parte destinado à Cooperativa Zona Sul – que será revertido em renda para as famílias. Já os demais materiais recolhidos foram encaminhados ao aterro sanitário. As lâmpadas foram destinadas para um local especializado. Nesta edição, o recolhimento dos objetivos em desuso reacendeu também o espírito natalino, com a doação dos brinquedos. Esses por sua vez, vão alegar as crianças das famílias das duas cooperativas de recicladores, a Zona Sul e Cidade dos Pássaros. “ Esse resultado nos surpreendeu. Foi muito boa a adesão da população”, disse o secretário da pasta, Renan Manoel. O prefeito Sérgio Onofre também acompanhou parte da ação.

continua após publicidade

FUTURA EDIÇÃO – E em 2021, o bota-fora do lixo eletrônico será em fevereiro. A edição contará com a presença de dois caminhões para recolhimento. Um deles ficará no pátio do Ginásio de Esportes Luiz A. Zin, e o segundo no Conjunto Flamingos. A data ainda será definida. De acordo com o ex-servidor e apoiador da ação, Silvano Santos, a primeira edição do ano que vem será voltada apenas para lixo eletrônico. “ Em fevereiro vamos fazer o recolhimento somente de lixo eletrônico, e ao longo do ano, vamos aprimorando mais edições, levando conscientização quanto ao descarte correto desses objetos, e também facilitando o acesso para a população “, disse.