Arapongas

SIMA avalia Circuito Mobiliário e anuncia edição para 2023

Arapongas tem o maior polo moveleiro do Paraná, movimentando mais de R$ 2,6 bilhões por ano e gerando mais de 10 mil empregos diretos

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia SIMA avalia Circuito Mobiliário e anuncia edição para 2023
fonte: Reprodução

Homenagens aos patrocinadores e palestras técnicas marcaram, na noite desta quarta (02), o encerramento do Circuito Paranaense do Mobiliário. A cerimônia foi realizada no auditório do Senai, na cidade de Arapongas, contando com a presença de 100 participantes, capacidade máxima para o ambiente. Porém, houve também transmissão pelo YouTube.

continua após publicidade

O Circuito aproveita a estrutura da cidade e das empresas para receber lojistas de todo o Brasil de forma que possam conhecer e negociar diretamente com os fabricantes. “A utilização desses recursos, alinhada a uma rede inteligente de logística e atendimento, respeitando as escolhas dos clientes em relação a seus fornecedores, foi fundamental para a estruturação do Circuito”, afirma José Lopes Aquino, presidente do Sindicato das Indústrias de Móveis de Arapongas (SIMA), entidade realizadora do evento.

O resultado foi a visita de clientes de vários estados brasileiros e até de países vizinhos. “O grande resultado dessa primeira edição foi podermos estruturar, experimentar e aprovar um modelo inovador de relacionamento. Pelo curto espaço de tempo entre planejamento e execução, o número de participantes foi satisfatório, mesmo com o elevado índice de Covid que atinge o país”, acrescentou Aquino, salientando que a segunda edição já está prevista para o início de 2023. 

continua após publicidade

Irineu Munhoz, presidente da Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel), também considerou muito positivos os resultados alcançados pelo Circuito e destacou a força do setor. “Nós moveleiros fazemos parte da oitava cadeia que mais emprega no país. Somos o sexto produtor mundial de móveis e, apesar das dificuldades de mercado no último trimestre do ano passado, nossas exportações cresceram 51% em relação a 2020”, anunciou Munhoz. Segundo ele, os moveleiros exportaram para 172 países em 2021 e o Sul é a principal região produtora e exportadora de móveis.

Nilson Violato, Secretário Municipal de Desenvolvimento, Inovação, Trabalho e Renda de Arapongas, destacou a liderança do SIMA em realizar o primeiro Circuito. “A Prefeitura apoia o evento como forma de integrar, num propósito de governança compartilhada, todas as necessidades do município, da economia até as demandas socioambientais. Nesse sentido, o SIMA tem sido um grande parceiro”, assinalou. O município de Arapongas tem o maior polo moveleiro do Paraná, movimentando mais de R$ 2,6 bilhões por ano e gerando mais de 10 mil empregos diretos.

PAINEL SETOR MOVELEIRO

continua após publicidade

Cenários da economia nacional e internacional para 2022, além de análises do comportamento do consumidor brasileiro no mercado de móveis atual, foram os pontos altos da primeira edição do Painel Setor Moveleiro, evento que fez parte da noite de encerramento do Circuito e também transmitido pelo Youtube. Na manhã desta quinta-feira (03), o número de visualizações já passava de 39 mil.

Idealizada por Carlos Bessa, CEO da Plataforma Setor Moveleiro, a iniciativa trouxe uma visão geral do momento atual do mercado e do segmento. Estudar os movimentos e as oscilações do mercado para a tomada de decisões foi uma das principais recomendações de Rodrigo Sgavioli, Head de alocação e fundos do research da XP Investimentos. Newton Guimarães, Head da Fundação de Dados, apresentou no evento Painel Setor Moveleiro as perspectivas para o ano na indústria, no varejo e no consumo de móveis trazidas por pesquisa inédita, realizada em parceria com a Eucatex, junto aos consumidores que fizeram reformas nos imóveis e adquiriram mobiliários no segundo semestre de 2021.

Tags relacionadas: #ARAPONGAS #Móveis