Arapongas

Servidor público é preso suspeito de abuso em Arapongas

A vítima é uma jovem de 19 anos

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Servidor público é preso suspeito de abuso em Arapongas
fonte: TNOnline

A Polícia Civil de Arapongas confirmou que um servidor público, de 44 anos, investigado pelo crime de estupro, foi preso preventivamente nesta quinta-feira (3). A vítima é uma jovem de 19 anos, que foi levada, sem a vontade dela, até a casa do suspeito, no dia 8/5/2022.  

continua após publicidade

De acordo com a Polícia Civil, o motorista de ambulância estava em uma festa e após o término do evento, ele ofereceu carona para um grupo de pessoas, deixando a vítima por último. "Em depoimento, a jovem contou que ele não levou ela para a casa dela e sim para a casa dele, contra a sua vontade, quando chegaram, ele trancou o portão, sem dar chances para a jovem sair do local, então ela foi estuprada na própria casa dele, que mora sozinho", informou a polícia. 

Após o crime, conforme a investigação, o servidor teria entrado com pedido de férias e era considerado foragido. Ao retornar para a cidade para ser ouvido na Delegacia da Mulher, nesta quinta-feira (2), foi preso através de um mandado de prisão autorizado pela Justiça. Ele estava acompanhado de um advogado. Um mandado de busca e apreensão também foi cumprido na casa dele. Um celular foi apreendido e será periciado. Ele foi ouvido e já encaminhado para a cadeia pública. 

continua após publicidade

A civil ainda informou que ele já foi condenado por tráfico de drogas. "Ele é reincidente, já foi preso e condenado por tráfico de drogas, e agora vai responder a mais esse processo. Esperamos que um processo administrativo também seja aberto contra o servidor. A vítima não teve chances e agora ele vai responder por isso, que ele permaneça preso. É um caso extremamente grave, um estupro violento contra a mulher", disse o delegado Maurício de Oliveira Camargo. 



GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News