Arapongas

Sergio Onofre tem audiência com ministro Marcos Pontes

Juntamente com o deputado Pedro Lupion, eles discutiram sobre o Projeto Cidade Inteligente.

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Sergio Onofre tem audiência com ministro Marcos Pontes
fonte: Divulgação
Sergio Onofre tem audiência com ministro Marcos Pontes

O prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre, esteve reunido na tarde desta terça-feira (18) em Brasília com o ministro Marcos Pontes, da Ciência, Tecnologia e Inovações. Ele estava acompanhado pelo deputado federal Pedro Lupion. Na pauta, a discussão em torno do Projeto Cidade Inteligente e a implementação de uma unidade de geração de biometano no município.

continua após publicidade

“Fomos muito bem recebidos pelo ministro, que demonstrou boa receptividade aos nossos projetos. Saímos da audiência confiantes em que teremos respaldo do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações para avançar nessas duas demandas”, avaliou o prefeito.

Uma das referências nesse sentido é a cidade de Campinas, a maior do interior paulista. Isso porque ela se destaca em quatro frentes: economia e tecnologia e inovação (1º lugar), empreendedorismo (2º lugar), governança (3º lugar) e mobilidade (4º lugar).

continua após publicidade

“No nosso primeiro mandato, investimos na mobilidade urbana, com obras como a que fez a interligação do Piacenza ao Paulino Fedrigo, revitalizando a Rua Pavão etc. Neste novo mandato, nosso desafio é avançar em tecnologia e inovação e no empreendedorismo. Neste sentido, a audiência com o ministro foi bastante positiva”, afirma Sérgio Onofre.

Estiveram ainda na pauta assuntos como o Projeto Cidade Digital, que leva internet gratuita para a população (hoje a rede cobre 70% da cidade e a meta é estender para 100%) e novas tecnologias para o polo moveleiro. Também participaram da audiência os vereadores Levi Aparecido Xavier e Marcelo Junior e o assessor parlamentar Radamés Bonora.

O projeto

Cidades inteligentes, ou "smart cities", são um ecossistema urbano que usa tecnologia para controlar seus recursos e sua infraestrutura. O objetivo é impulsionar o desenvolvimento econômico e melhorar a qualidade de vida dos habitantes de forma sustentável. Uma cidade inteligente também usa estrategicamente seus serviços para atender às necessidades sociais e econômicas da população.