Arapongas

Prodasa Alimentos inicia demissões, segundo Sindicato

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Prodasa Alimentos  inicia demissões, segundo Sindicato
fonte: Divulgação
Prodasa Alimentos inicia demissões, segundo Sindicato

A crise envolvendo a empresa araponguense Prodasa Alimentos ganhou mais um capítulo nesta semana. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação de Arapongas (STIAAR) Anderson Zanelato, a empresa teria começado a realizar demissões, através de mensagens de WhatsApp. “Recebi informações de pelo menos 100 funcionários, a maioria deles que fizeram parte do movimento de greve, sendo demitidos através de mensagens do WhatsApp. As rescisões começam na semana que vem”, revelou Zanelato.

continua após publicidade

No último dia 15, a greve que começou no dia 18 de dezembro, foi encerrada após os funcionários aceitarem a proposta da empresa de receber o pagamento de dezembro na segunda-feira (18) e parcelar o 13º em 3 vezes, a partir do dia 25/01. Porém, a empresa não cumpriu com o combinado. “A empresa está parada, e desde terça-feira a energia elétrica foi cortada. Por essa razão, não vemos porque continuarmos concentrados, em greve lá na frente. Na terça-feira (19), o sindicato executou o acordo quebrado entre a empresa e os funcionários. Como o pagamento não foi feito, existe uma cláusula penal de 50% que deverá ser pago a mais para os funcionários. Nossa expectativa está agora na decisão do juiz que acompanha o caso”, explicou o sindicalista.

A reportagem tentou contato com a empresa por telefone, porém, ninguém atendeu as ligações.

Tags relacionadas: #demissões #Prodasa #sindicato