Arapongas

Procon divulga lista de preços dos combustíveis em Arapongas

O objetivo do trabalho, é esclarecer o público, oferecendo um referencial aos consumidores através dos preços obtidos

Da Redação · GoogleNews

Siga o TNOnline
no Google News

Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
A gasolina tem preço médio de R$ 7,09, e é vendida ao preço mínimo de R$ 6,99 e preço máximo de R$ 7,19 por litro
fonte: TNOnline
A gasolina tem preço médio de R$ 7,09, e é vendida ao preço mínimo de R$ 6,99 e preço máximo de R$ 7,19 por litro

O Procon de Arapongas divulgou nesta segunda-feira, 06, uma lista com os preços dos combustíveis que estão sendo praticados na cidade. A pesquisa completa de preços foi feita com 26 Fornecedores e 5 Produtos. O objetivo do trabalho, é esclarecer o público, oferecendo um referencial aos consumidores através dos preços obtidos.

continua após publicidade

Segundo a pesquisa divulgada, o etanol tem preço médio de R$ 5,09 e pode ser encontrado a partir de R$ 4,89 por litro até R$ 5,29 . A gasolina tem preço médio de R$ 7,09, e é vendida ao preço mínimo de R$ 6,99 e preço máximo de R$ 7,19 por litro. Já o diesel, tem preço médio de R$ 6,97, e pode ser encontrado a partir de R$ 6,49 o litro, até R$ 7,45 na cidade.

continua após publicidade

Confira a lista completa divulgada pelo Procon:

 

Procon divulga lista de preços dos combustíveis em Arapongas fonte: Aline Andrade

De acordo com a coordenadora do Procon Arapongas Fabiani Silvério Barbist, a pesquisa é realizada a cada 15 dias para oferecer parâmetros de preços ao consumidor, permitindo assim, que ele escolha o melhor valor. Ela informou ainda, que um trabalho de orientação será realizado nos postos de combustíveis da cidade ainda nesta semana.

continua após publicidade

"Estaremos orientando os estabelecimentos a respeito de uma lei, aprovada em nosso município, que regulamenta as placas que expõe os preços dos combustíveis na cidade. a partir de agora, todos os preços, independente de ser ou não promocional, devem ser estampados no mesmo tamanho e formato, trazendo mais clareza aos consumidores. A lei já foi aprovada e assim que for publicada, daremos início a este trabalho de orientação", explicou a coordenadora.