Arapongas

Prefeito de Arapongas cobra obras do contorno viário

Sérgio Onofre lembra que desde o início a obra do contorno viário tem sido um desafio permanente para a administração municipal

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Prefeito de Arapongas cobra obras do contorno viário
fonte: Assessoria

O prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre, esteve reunido nesta terça-feira (26) com José Brustolin Neto, diretor geral da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Seil), tendo na pauta a retomada das obras do contorno viário da cidade. Onofre questionou o fato de, mesmo havendo um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) entre a concessionária Viapar e o Ministério Público Federal em favor da construção do contorno viário, as obras estarem novamente paradas. “A pedido do Ministério Público, a Justiça Federal homologou o acordo judicial prevendo que a Viapar finalize, em até dois anos, a construção dos contornos viários de Arapongas, Jandaia do Sul e Peabiru. Como esse acordo foi celebrado entre Ministério Público, Viapar, o DER e o Estado do Paraná e homologado pela Justiça, nós queremos saber por que as obras estão paradas e que atitude o governo estadual pretende tomar”, afirmou Sérgio Onofre.

continua após publicidade

Segundo ele, foi informado durante a reunião que a Viapar defende que o Estado pague as indenizações de alguns trechos desapropriados. “Ela não está discutindo a obra. Como ela fez acordo judicial, a obra ela vai ter que executar. O que ela discute é a indenização referente às desapropriações de alguns trechos que ficaram para trás”, acrescenta o prefeito. Ele frisou que, de posse de várias informações repassadas pela Seil, vai levar o caso novamente ao governador Ratinho Júnior.

Sérgio Onofre lembra que desde o início a obra do contorno viário tem sido um desafio permanente para a administração municipal, pois demandou inúmeras reuniões e muita mobilização política. “Nós estamos acompanhando passo a passo a execução do acordo, pois não queremos que um impasse, seja ele político ou jurídico, venha a comprometer a execução dessa obra, tão estratégica para o futuro de nossa cidade”, acrescentou o prefeito.

continua após publicidade

Com extensão de 10 quilômetros, a obra do contorno viário inclui pistas duplas e acostamento em toda extensão, tendo início na BR-369, KM180+000 (praça de Pedágio) e fim na BR-369, KM189+000 (início da duplicação), contemplando seis viadutos, num investimento final de mais de R$ 100 milhões.