Arapongas

Polícia Civil de Arapongas tenta identificar homem que foi assassinado

Da Redação ·

A Polícia Civil de Arapongas informou na manhã desta segunda-feira (5) que o homem assassinado na noite de domingo (4), ainda não foi identificado. 

continua após publicidade

Conforme a polícia, o setor de homicídios investiga o crime desde que ele aconteceu. A Polícia Civil divulgou fotos das tatuagens do homem, que foi morto com um tiro na cabeça, para tentar identificá-lo. Ele não portava documentos. 

Polícia Civil de Arapongas tenta identificar homem que foi assassinado fonte: Reprodução
continua após publicidade

Polícia Civil de Arapongas tenta identificar homem que foi assassinado fonte: Reprodução

Qualquer informação que ajude a polícia, basta realizar uma denúncia, através dos telefones: 3278-2200 delegacia ou  3278-2222  WhatsApp. 

continua após publicidade

Uma testemunha ouvida pela GM informou que os tiros foram disparados por duas pessoas que fugiram em uma moto de cor prata. Os suspeitos seriam um homem e uma mulher, segundo relato da testemunha. A guarda deu apoio à Polícia Militar nas buscas pelos autores do crime, porém até a manhã desta segunda-feira (5), nenhum suspeito havia sido preso.

O crime aconteceu Rua Papagaio do Mangue, no Jardim Paulino Fedrigo.