Arapongas

Palco da tradicional feira Movelpar, Expoara está a venda

Centro de eventos é um dos mais tradicionais da região.

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Palco da tradicional feira Movelpar, Expoara está a venda
Palco da tradicional feira Movelpar, Expoara está a venda

O Centro de Eventos de Arapongas (Expoara), um dos maiores espaços de eventos da região e tradicional palco da Movelpar, Feira Nacional de Móveis, Eletro e Decoração está a venda. Uma grande placa foi instalada em frente ao local, situado na Rua Guaratinga, às margens da BR 369.

continua após publicidade

De acordo com empresários da área na cidade, acionistas do Expoara, que é uma Sociedade Anônima (S/A), decidiram em assembleia vender ou alugar o espaço, já que não será mais utilizado para as feiras. Um representante da comissão de acionistas ouvido pela reportagem disse que não pode dar mais dar mais detalhes sobre o assunto, mas afirmou que uma nova assembleia será realizada em breve.

Em maio deste ano, a presidente do Expoara Rosana Belo, divulgou um comunicado ao mercado, informando que a tradicional feira Movelpar passaria a ser organizada em São Paulo. A data do evento já está marcada: será de 30 de agosto a 1º de setembro de 2023. A reportagem entrou com contato com ela por telefone, mas ela estava em uma reunião e não pôde atender.

continua após publicidade

Criada pelo Sindicato da Indústria Moveleira de Arapongas (SIMA) há mais de 20 anos, a Movelpar passou a ser organizada pelo Expoara, que se tornou uma empresa. De acordo com o presidente do SIMA José Lopes Aquino, a lacuna gerada pela pandemia teria impulsionado a decisão dos acionistas do Expoara.

"Por uma questão de não ter viabilidade econômica para a empresa, já que as feiras precisaram ser adiadas várias vezes pela pandemia e, em decisão recente, não serão mais realizadas aqui, os acionistas decidiram disponibilizar o imóvel para venda", disse o presidente.

Na avaliação dele, a ida da feira para São Paulo deixa uma grande lacuna na economia da cidade, já que é um setor que tem força econômica e tradição. Por essa razão, o SIMA já trabalha uma alternativa, a partir do ano que vem.  

"Não dá para negar que causa impacto econômico e institucional na cidade. O SIMA já está trabalhando em uma alternativa que era realizada por algumas empresas e agora devemos organizar anualmente, começando em janeiro de 2022. O Circuito Paranaense do Mobiliário, visa integrar os lojistas com os empresários e toda a comunidade local. Estamos em reuniões preparatórias e em breve teremos mais detalhes sobre o evento", revelou Aquino.