Arapongas

Movelpar começa com empresários otimistas em Arapongas

Expositores apostam em produtos voltados para o atrair o público que decidiu mudar os móveis durante o período de isolamento

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

A Movelpar Show 2022 foi aberta nesta segunda-feira (16) e segue até quinta (19) no Expoara - Centro de Eventos, em Arapongas, com muito otimismo por parte dos empresários do segmento. Considerada uma das principais feiras do setor no país, a Movelpar conta com 5 mil produtos em exposição, entre móveis, eletrodomésticos, colchões e decoração. A expectativa é movimentar R$ 650 milhões em negócios, 30% a mais do que na última edição em 2019.  

continua após publicidade

Após a pandemia de Covid-19, as fábricas estão de olho no novo perfil de consumidores. Durante o isolamento, muitos moradores decidiram trocar os móveis de casa. Essa demanda, no entanto, veio acompanhada de maior exigência por parte dos clientes, que querem produtos mais personalizados e criativos.

“A pandemia nos trouxe para dentro de casa, literalmente, e todo mundo começou a perceber o que poderia ser melhorado no ambiente residencial. Como não se podia gastar em viagens, por exemplo, as pessoas começaram a mudar alguns aspectos da casa, inclusive o móvel”, afirma o empresário José Lopes Aquino, presidente do Sindicato das Indústrias de Móveis de Arapongas (Sima).

continua após publicidade

Segundo ele, as empresas trabalharam durante a pandemia e agora após o relaxamento da medidas restritivas para oferecer novos produtos a esse público. “Os designers trabalharam muito a questão da funcionalidade e do aconchego, porque os consumidores reconhecem o móvel como algo importante para a sua vida”, diz Aquino.

Cristiane Fernandes, gerente de marketing de uma empresa de Arapongas, afirma que as empresas se adaptaram para  ofertar móveis para as pessoas que precisaram ficar mais em casa na pandemia com o home office ou no acompanhando dos filhos nas aulas online. Ela cita como um produto novo da fábrica onde trabalha uma cabeceira de cama com luz LED. “As pessoas ficam agora mais tempo no quarto, levando muitas vezes o computador ou o celular, e essa luz precisou ser melhorada”, diz.

Segundo ela, é uma tendência que veio para ficar. “As pessoas querem mais conforto e mais aconchego. As empresas estão atentas à utilidade e funcionalidades dos móveis, principalmente”,  acrescenta.   

continua após publicidade

A presidente do Expoara, Rosana Belo, elogiou o novo layout da feira. "Os espaços se tornaram uma vitrine aberta, isso facilita a visibilidade dos produtos e a visitação", diz. Ela assinala que os empresários estão animados. "As pessoas estão ansiosas por eventos e para ver os novos produtos. O mundo mudou, as necessidades mudaram, e todos estão em busca de inovação', diz, assinalando que os móveis agora são multifuncionais, compactos e criativos. "Foi descontruída aquela ideia de que tem móvel para isso ou para aquilo. Hoje, a pessoa quer personalizar", diz. 

Dados do Sima apontam que o setor moveleiro do norte do Paraná foi responsável por gerar mais de 17 mil empregos em 2021, sendo 10 mil somente em Arapongas. São 919 empresas no polo, sendo 323 sediadas apenas em Arapongas. Neste mesmo ano, o polo exportou US$ 84,5 milhões, sendo US$ 69 milhões pelas empresas de Arapongas.

Durante a Movelpar Show vão acontecer rodadas internacionais de negócios entre indústrias expositoras participantes do Brazilian Furniture, projeto da Abimóvel (Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário) e Apex Brasil, e compradores internacionais. Em formato hibrido, o evento será presencial e online. Nesta quarta-feira (18) e quinta-feira (19) as rodadas serão no Expoara a partir das 9 horas. As rodadas online serão realizadas nos dias 23 e 24 de maio. 

continua após publicidade

Ao todo, as rodadas vão envolver 62 indústrias brasileiras e 49 importadores de 16 países, entre eles os Estados Unidos, Reino Unido e Uruguai, que estão entre os maiores importadores de móveis do Brasil. Também marcam presença empresários da Colômbia, Panamá, Equador, Costa Rica, Turquia, China, Marrocos, Chile, Bolívia, Argentina, Republica Dominicana, Peru e Canadá.

O empresário Irineu Munhoz, presidente da Abimóvel, mostra otimismo. “Nós temos uma expectativa muito positiva. Esse modelo de feira é mais limpo, mais clean. Assim, o cliente já tem um visual dos produtos com mais rapidez”, assinala. 

Por Fernando Klein 

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News