Arapongas

Maquiadora de Arapongas com câncer cerebral inspira web; veja

Bianca Andrade, de 24 anos, foi diagnosticada com a doença há dois anos durante a gravidez do segundo filho

Da Redação ·

Diagnosticada com câncer cerebral há dois anos, a maquiadora e influenciadora Bianca Andrade, de 24 anos, de Arapongas, norte do Paraná, leva informação através da internet e ajuda a esclarecer melhor sobre questões que envolvem a doença: GBM grau 4.

continua após publicidade

"Tenho um tipo raro de câncer no cérebro desde dezembro de 2020, sei que é grave, mas a forma que os médicos abordam esse problema é muito cruel. Já passei por duas cirurgias e em fevereiro deste ano, soube que tenho uma lesão, mas por enquanto não vou operar", explica.

Quando estava grávida de cinco meses do segundo filho, Antônio, de 1 ano e dois meses, a araponguense descobriu uma lesão cerebral de 10 centímetros. Na época, cerca de um mês após ser mãe novamente, Bianca precisou passar por uma cirurgia, e realizar sessões de radioterapia e quimioterapia. 

continua após publicidade

Apesar de toda dor e desinformação que envolveu o processo, Bianca, que também é mãe de Sofia, de 3 anos, leva informação para outras pessoas que convivem com a doença através do Instagram e também de seu canal do YouTube: O Diário de Um GBM 4. "O nome do canal e do perfil se refere ao tipo de tumor que tenho. Ele é ainda desconhecido por muitas pessoas por ser raro. Por isso, quero falar sobre esse assunto e criar um grupo de apoio", acrescenta. 

Como Bianca precisou parar de trabalhar e seguir uma dieta alternativa bastante regrada, que inclui alimentos orgânicos e produtos caros, ela criou uma 'vaquinha' online que funciona como um canal para pessoas que querem colaborar com sua batalha contra o câncer. Durante a entrevista que concedeu ao TNOnline, ela esclarece melhor sobre o assunto. 

Quem quiser ajudar: Vaquinha online  Instagram: Bianca AndradeAssista a entrevista na íntegra de Bianca Andrade para o TNOnline:   null - Vídeo por: Reprodução   Por, Fernanda Neme. 

continua após publicidade