Arapongas

Homem que atropelou criança em Arapongas deve se apresentar

O advogado do motorista foi até a delegacia na manhã desta terça (21). Uma menina de 12 anos morreu

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Homem que atropelou criança em Arapongas deve se apresentar
fonte: Marcelo Oliveira/Arapongas

O advogado do motorista que atropelou pai e filha no sábado (18) está na Delegacia de Arapongas, na manhã desta terça-feira (21). A batida causou a morte de Beatriz Vivian de Mendonça, de 12 anos, e ferimentos graves no pai dela, Anderson Leal de  Mendonça. De acordo com a Polícia Militar (PM), o motorista não prestou socorros às vítimas. O acidente ocorreu por volta das 22h30, na Rua  Tico-Tico do Campo, no Conjunto Monterrey. 

continua após publicidade

O advogado criminal Ivoney Masi, que atua em Arapongas e Londrina, chegou à delegacia sem o cliente, identificado, de 57 anos, morador da zona rural da cidade. Ainda conforme Masi, ele dirigia um Fiat Uno no momento do acidente. "Ele não nega que atropelou pai e filha, e quer ficar à disposição da justiça. Ele disse que não estava alcoolizado, mas fugiu porque ficou desesperado com a situação. A rua era escura e tinham vários animais no local" relata. 

Ainda conforme o Ivoney, a família do motorista tentou contatar um advogado no domingo (19). "Ele chegou a ir na cadeia no domingo (19), mas tocou o interfone e não foi atendido no momento. Ele não conseguiu falar com profissionais neste dia e por isso, conversamos na segunda de manhã. Ele está disposto a cumprir a pena e fazer o que for preciso. Ele nunca foi preso", explica. 

continua após publicidade

O acidente causou grande comoção na cidade. O pai da vítima, já recebeu alta e segue se recuperando em casa com a família.