Mais lidas
Ver todos

    Arapongas

    Delegacia da Mulher de Arapongas reforça canais para denúncias

    Foto por
    Escrito por Aline Andrade
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    A Delegacia da Mulher de Arapongas divulgou nesta quinta-feira, 07, os dados dos atendimentos especializados às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar (física, psicológica, sexual, patrimonial ou moral) realizados de janeiro a abril de 2020. No mês de janeiro foram registradas três prisões em flagrante dos autores da violência e 19 instaurações de inquéritos sem flagrante – quando a vítima vai até à Delegacia da Mulher posteriormente à violência e faz a denúncia. Em fevereiro foram quatro prisões em flagrante e 17 instaurações de inquéritos. No mês de março foram também quatro prisões em flagrante e 16 inquéritos. Já no mês de abril foram efetuadas oito prisões em flagrante e 29 inquéritos instaurados.  A delegada titular, Thaís Orlandini Pereira, explica o perfil traçado em Arapongas relacionado aos registros de violência contra a mulher e enfatiza que as denúncias não devem cessar. “A maioria das situações mais graves que registramos neste período envolvem casais de namorados – que não moram na mesma residência. Já entre os casais que dividem a mesma casa, a maioria das vítimas nos relatam que a violência acontece devido ao desemprego, entre outras dificuldades. Sabemos que em um cenário geral em diversos Estados há o aumento de registros de violência doméstica, ainda mais diante do isolamento social imposto pela pandemia do coronavírus. Em Arapongas, ainda é cedo para saber se os registros de violência doméstica e familiar são efeitos desse período de quarentena, pelo fato de que não tivemos um aumento significativo nos registros. Contudo reforçamos que as denúncias devem ser feitas para combatermos qualquer tipo de violência que afeta as mulheres”, afirma. 

    Canais de denúncias – Arapongas conta com canais específicos para as denúncias em casos de violência doméstica. São eles: - Delegacia da Mulher de Arapongas:Telefone: 3278-2209 – Esse número serve para o envio de whatsapp.- Polícia Militar:Disque 190 – Nos casos em que não houver medida protetiva.- Guarda Municipal:Disque 153 ou 0800-645-9060 – Nos casos em que houver medida protetiva.

    Patrulha Maria da Penha – Por meio da Guarda Municipal, a Patrulha Maria da Penha tem enfatizado os serviços dos atendimentos em Arapongas. Em diversos espaços públicos, as equipes têm realizado orientações, além da divulgação dos canais de denúncias. “Estamos em um trabalho efetivo para que a população saiba onde e como denunciar a violência contra as mulheres. Em relação aos casos onde existem as medidas protetivas, Arapongas mantém os índices estáveis, contudo, vale orientar que a nossa Patrulha da Penha, assim como as demais Forças de Segurança, encontra-se na ativa”, assegura a coordenadora do setor, GM Denice Amorim.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Designer apucaranense Uelinton Campagnola executou um trabalho recentemente para o DJ Alok

    Deixe seu comentário sobre: "Delegacia da Mulher de Arapongas reforça canais para denúncias"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.