MAIS LIDAS
VER TODOS

ARAPONGAS

De geração em geração, famílias de trabalhadores movem polo moveleiro

Município recebeu recentemente o título de Capital Moveleira Nacional após projeto de lei que tramitava no Congresso Nacional desde de 2019; veja

Da Redação

·
Casal Thiago e Carla trabalha juntou há 7 anos em empresa de móveis em Arapongas
Icone Camera Foto por TNOnline
Casal Thiago e Carla trabalha juntou há 7 anos em empresa de móveis em Arapongas
Escrito por Da Redação
Publicado em 09.12.2023, 09:30:47 Editado em 09.12.2023, 09:12:23
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

Arapongas, no norte do Paraná, é agora oficialmente a Capital Moveleira Nacional. O título foi concedido após aprovação e sanção de lei federal, publicada no Diário Oficial da União no último dia 23 de novembro. A homenagem tem sua origem em um projeto de lei de 2019 do ex-deputado federal Rubens Bueno (Cidadania). O projeto chegou a ficar parado no Congresso, mas foi retomado pelo deputado federal Pedro Lupion (PP), a pedido de lideranças do polo moveleiro. Veja matéria em vídeo abaixo

continua após publicidade

O título também é uma homenagem aos trabalhadores que movem as fábricas. Ao longo das últimas décadas, gerações foram se sucedendo nas indústrias. Pais, filhos e casais tiram seu sustento na produção de móveis e são o motor do segmento, que é a principal força econômica do município.

LEIA MAIS - Antiquário móvel: conheça projeto de historiador de Arapongas

continua após publicidade

Segundo dados do Sindicato das indústrias de Móveis de Arapongas (Sima), o polo engloba 42 municípios da região e representa 10% de toda a produção nacional de móveis. Ainda de acordo com informações da prefeitura da cidade, Arapongas conta com mais de 900 indústrias moveleiras e, a cada 100 móveis que são produzidos no país, cerca de 10 são originários do município.

O casal Thiago Tabosa, 41 anos, e Carla Tabosa, 35 anos, são exemplos da força do trabalho familiar que existe na maioria das empresas do setor. O casal trabalha na mesma indústria há sete anos. Thiago, no entanto, está há 20 anos na fábrica atual, enquanto Carla entrou um pouco depois, em 2017, depois de passar por outras indústrias e já somar 10 anos de experiência no ramo moveleiro.

Thiago hoje é supervisor de produção, mas o processo até chegar a esse cargo foi longo. Ele trabalhou em diversas funções dentro da empresa. “Desde que eu entrei aqui eu já trabalhei com embalagem, assistência técnica, carregamento, já fui conferente... Então, já fiz parte de vários setores da empresa. Hoje, estou mais estável nessa função, mas eu conheço todo o setor produtivo”, assinala.

continua após publicidade

Para atingir o posto atual, o supervisor se qualificou e fez cursos. Dessa forma, foi adquirindo diversos conhecimentos tanto práticos quanto teóricos, acumulados em praticamente metade da vida dele.

“Quando iniciei aqui eu era auxiliar geral. Fui depois passando por todo o processo de crescimento, me adequando, fazendo cursos e aí tive a oportunidade de hoje me tornar um supervisor de produção. Já faz alguns anos que eu trabalho nessa área, cuido de toda a área produtiva, junto com o gerente de produção e estamos aí nessa caminhada já faz 20 anos”, completou ele.

Por conta do cargo , Thiago trabalha supervisando a própria esposa, que trabalha no setor de embalagem. Carla diz que o trabalho no seu setor faz com que, além de conhecer produtos, ela tenha amizades. “A gente ajuda abastecer, embalar, conhece os produtos também. E eu vi a empresa crescer junto com meu marido. Então, a gente gosta e faz amizades. Aqui é um local muito acolhedor para a família, são amigos de verdade. A gente é conhecido não só como funcionário, a gente é conhecido pelo nome”, disse.

continua após publicidade

Thiago e Carla já são casados há 16 anos e, até mesmo os filhos, de 12 e 3 anos, participam da rotina e presenciam a relação que os pais possuem com a fabricação de móveis. Por conta dessa vivência, o casal se mostra orgulho em saber que faz parte da história da Capital Moveleira Nacional.

“Para nós é um orgulho muito grande fazer parte dessa história, porque indiretamente a gente - trabalhando dentro da empresa- faz parte desse crescimento. A gente sempre esteve como maior do Sul, agora a gente pode dizer que é o maior do país. É muito bacana".

Assista:

TnOnline TV

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Arapongas

    Deixe seu comentário sobre: "De geração em geração, famílias de trabalhadores movem polo moveleiro"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!