Arapongas

Corpos de araponguenses são encontrados em represa

Eles desapareceram após o barco virar na represa de Alvorada do Sul

Da Redação ·

Os Bombeiros confirmaram que os corpos de dois homens que desapareceram após um barco virar na represa de Alvorada do Sul, no norte do Paraná, foram encontrados por volta das 12h30 desta segunda-feira (11).

continua após publicidade

De acordo com o subtenente Bordin, os corpos das vítimas, Rafael Rodolfo Barboza da Sila, de 30 anos, e Aylton Kaminski, 43, foram encontrados perto de uma prainha, onde o naufrágio aconteceu. 

Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal, IML de Londrina. Ambos moravam em Arapongas, também no norte do Estado. Rafael estava noivo.

continua após publicidade

Nas redes sociais, a filha confirmou o falecimento do pai, Aylton Kaminski de 43 anos. "Venho em nome da nossa família agradecer a todos que fizeram orações, mas infelizmente os dois foram achados sem vida. Quando tiver mais informações eu aviso, obrigada", publicou Rayane Mayara Kaminski..

O CASO:

Duas pessoas desapareceram depois de um barco naufragar em uma represa de Alvorada do Sul, no norte do Paraná, neste domingo (10). De acordo com a Defesa Civil, de Bela Vista do Paraíso, os dois homens são moradores de Arapongas.

continua após publicidade

Ainda conforme o subtenente Bordin, os desaparecidos têm entre 30 e 43 anos, e estavam sem colete salva-vidas no momento em que o barco naufragou. 

As equipes de salvamento fizeram buscas no domingo (10), mas não localizaram as duas vítimas. As atividades foram retomadas na manhã desta segunda-feira (11), com equipes especializadas do Corpo de Bombeiros e da Marinha, de Londrina. 

Segundo a tenente Luana da Silva Pereira, do Corpo de Bombeiros, outras duas pessoas que estavam no barco conseguiram se salvar. Elas estavam com colete salva-vidas. O grupo havia ido até o local para pescar, mas por conta do vento e das águas agitadas, a água entrou e a embarcação naufragou. 

continua após publicidade

Os homens que se salvaram têm 19 e 26 anos. Um deles conseguiu nadar até a beira da represa, enquanto o outro ficou agarrado a uma árvore seca até ser resgatado por outro barco.

Familiares dos araponguenses publicaram mensagens nas redes sociais logo após o desaparecimento. 

"Senhor eu coloco em suas mãos, confio em ti senhor, eu preciso de um milagre meu Deus, traga meu pai e o Rafael em segurança senhor. Pai Aylton Kaminski eu te amo, eu tenho orgulho de você meu pai, eu preciso de você paizinho, eu sei que onde você estiver você está bem, mas volta pra mim, eu quero te orgulhar muito mais! Deus como é angustiante não ter notícias meu senhor, eu preciso de uma luz", publicou a filha Rayane Mayara Kaminski.

"Que sejam resgatados com vida, é o que pedimos a Deus nesse momento de aflição. Força meu cunhado Aylton Kaminski e nosso amigo Rafael, que se encontram desaparecidos após a embarcação ter virado no rio, em Alvorada do Sul, Senhor, tende misericórdia", escreveu Angélica Montanari.