Arapongas

Contaminações e óbitos por Covid crescem em Arapongas

Dados foram apontados pelo boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira.

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Contaminações e óbitos por Covid crescem em Arapongas
Contaminações e óbitos por Covid crescem em Arapongas

O boletim epidemiológico da Covid-19 realizado em parceria entre a secretaria municipal de Saúde de Arapongas e a Universidade Estadual de Londrina (UEL) demonstra que houve aumento do número de pessoas contaminadas pela doença, tanto no período de 07 dias quanto no período de 30 dias na cidade. O mesmo ocorre em relação aos óbitos. A taxa de transmissão também apresentou aumento nesta semana. Os dados semanais são do dia 12 a 18 de setembro.

continua após publicidade

Nos últimos 7 dias houve aumento de 28,10% no número de casos da doença, passando de 242 para 310. Nos últimos 30 dias, o aumento foi de 27,27%, passando de 748 para 952 casos.

No número de óbitos nos últimos 30 dias, houve aumento de 25%, passando de 04 para 05.

continua após publicidade

Houve ainda aumento de 1,43% no número total de pessoas que já contraíram o COVID-19 na cidade, passando de 21.711 para 22.021 e redução no percentual de curados de 95,47% para 95,2%. A taxa de transmissão da doença subiu para 1,05.

O boletim demonstrou ainda que entre as regiões mais afetadas pela Covid-19 nos últimos 7 dias estão:  Conjunto San Raphael, Flamingos, Jardim Columbia, Jardim Bandeirantes, Jardim Primavera e Conjunto Centauro.

Outro dado apontado pelo boletim, é a faixa etária dos contaminados nos últimos 30 dias. O estudo demonstra que 57,63% das pessoas que ficaram doentes tem de 20 a 49 anos. Referente aos óbitos, 59,43% das mortes registradas desde o início da pandemia (334 dos 562), são de pessoas acima de 60 anos.

Referente à vacinação, os dados desta semana demonstraram que até o dia 18/09, haviam sido vacinadas 89.278 pessoas no município com a primeira dose e 37.785 com a segunda dose e 3.366 com dose única.