Colégio Walfredo Corrêa é o 1º a atingir votos para implantar modelo cívico-militar - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Arapongas

Colégio Walfredo Corrêa é o 1º a atingir votos para implantar modelo cívico-militar

Foto por Arquivo TN
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O Colégio Estadual Walfredo Silveira Corrêa, do Jardim Bandeirantes, já atingiu a maioria dos votos favoráveis para a implementação do modelo de educação cívico-militar. Nos outros dois colégios, Marquês de Caravellas e Francisco Ferreira Bastos, as votações seguem nesta quinta-feira (29) e, se necessário, até amanhã (30), das 8h às 20h.

As informações sobre a aprovação da proposta no Walfredo foram confirmadas pelo Núcleo Regional de Educação (NRE) de Apucarana. “As consultas voltadas à comunidade escolar, ou seja, pais de alunos, professores e alunos maiores de 18 anos, já atingiram o quórum necessário, com mais de 50% dos votos ‘sim’ no Colégio Walfredo. Nos demais, verificamos que o ‘sim’ também tem prevalecido, contudo, é necessário atingir quórum mínimo.

Acreditamos que ainda hoje consigamos fechar essa votação. Reforçamos aqui, aos pais, alunos e funcionários da educação, que participem dessa consulta pública, comparecendo aos colégios citados”, reforça a chefe do NRE, Cristiane Cesária Pablos Rossetti.

NOVO MODELO - O modelo de escolas cívico-militares vai proporcionar mais aulas aos estudantes, aprimorando a qualidade do ensino. “Teremos aulas adicionais de Português, Matemática e Civismo, para estudar leis, Constituição Federal, papel dos Três Poderes, ética, respeito e cidadania. Os alunos vão estudar mais”, explica Renato Feder, secretário da Educação e do Esporte. No Ensino Médio, haverá ainda a adição da disciplina de Educação Financeira.

Além de questões curriculares, outra mudança trazida pela nova modalidade de ensino, que será aplicada em escolas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e no Ensino Médio, é a gestão compartilhada entre civis e militares.

O diretor-geral e o diretor auxiliar permanecem sendo civis e as aulas continuam sendo ministradas por professores da rede estadual, enquanto o diretor cívico-militar será responsável pela infraestrutura, patrimônio, finanças, segurança, disciplina e atividades cívico-militares.

Haverá, também, de dois a quatro monitores militares do Corpo de Militares Estaduais Inativos Voluntários (CMEIV), conforme o tamanho da escola.

Deixe seu comentário sobre: "Colégio Walfredo Corrêa é o 1º a atingir votos para implantar modelo cívico-militar"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.