Arapongas

Caso Emerson Castilho de Arapongas apresenta novidades

O jovem morreu após ser baleado em fevereiro deste ano

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Caso Emerson Castilho de Arapongas apresenta novidades
fonte: Reprodução Facebook
Caso Emerson Castilho de Arapongas apresenta novidades

O caso de Emerson Castilho de Arapongas, que morreu em fevereiro de 2021 após ser baleado com três tiros por um policial de folga em um bar, apresentou novidades nos últimos dias. 

continua após publicidade

O advogado criminalista, Alexandre Aquino, informou neste sábado (19),que  o processo estava no comando da Polícia Militar de Arapongas, mas foi enviado para a Vara da Auditoria da Justiça Militar, de Curitiba, porém, o promotor da Vara da Justiça Militar deu parecer favorável no sentido de declinar a competência para o Tribunal do Júri da Comarca de Arapongas.

Conforme o advogado, o juiz aceitou o pedido da defesa. Na próxima semana, ainda segundo Alexandre, o processo estará na Comarca de Arapongas à disposição do promotor público do município para que possa tomar as medidas cabíveis.

continua após publicidade

Relembre: 

Emerson Castilho tinha 22 anos e foi atingido por três tiros. O autor dos disparos é um policial que estava de folga em um bar. 

A Polícia Militar (PM) informou que o rapaz que morreu e outro jovem teriam tentando roubar um bar que fica na Avenida Siriema,o policial de folga, que estava dentro do estabelecimento, deu voz de abordagem.

continua após publicidade

Ainda de acordo com a PM, ele colocou a mão na cintura, diante da situação, o policial atirou três vezes. Emerson chegou ser socorrido pelo Samu, mas morreu no Hospital. 

A PM encontrou uma arma, que era falsa, um simulacro, que estaria com o rapaz que morreu.

Amigos e familiares contestam a versão da polícia e garantem que Emerson não era assaltante, que era um jovem trabalhador

Tags relacionadas: #ARAPONGAS #PM #policial