Mais lidas

    Arapongas

    Estupro

    Caminhoneiro de Arapongas é suspeito de abusar sexualmente de criança de 4 anos

    Caminhoneiro de Arapongas é suspeito de abusar sexualmente de criança de 4 anos
    Foto por Reprodução/Só Notícias
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 02.02.2021, 11:59:28 Editado em 02.02.2021, 11:59:42
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    No domingo (31), a Polícia Militar (PM) registrou um caso de estupro contra uma criança, de apenas 4 anos, no pátio de uma indústria, na BR-163, na cidade de Sorriso, no Mato Grosso do Sul.

    De acordo com a PM, o principal suspeito é um caminhoneiro de Arapongas, de 49 anos. Ele teria tentado evadir do local, entretanto, acabou sendo detido pelos agentes de segurança. Segundo o suspeito, ele estava na cidade a trabalho. 

    Segundo as informações da polícia, uma mulher estava tomando cerveja com o caminhoneiro. A mulher precisou ir ao banheiro e deixou a filha, de 4 anos, dormindo dentro do caminhão. Quando retornou, a mãe encontrou a criança acordada e chorando. 

    A mulher perguntou a filha o que aconteceu, a menina colocou as mãos nas partes íntimas e relatou que o homem tinha tocado nelas. A mãe da criança tentou dialogar com o caminhoneiro que, tentou fugir do local. Porém, a polícia foi acionada e encontraram o homem próximo a um pedágio. 

    A vítima do abuso foi encaminhada a uma Unidade de Pronto Socorro (Upa) e, logo após, foi levada a um hospital para passar por exames. 

    O suspeito negou ter cometido o crime. O homem foi detido e levado à delegacia de Polícia Civil do município. 

    Mais matérias de Arapongas

    Deixe seu comentário sobre: "Caminhoneiro de Arapongas é suspeito de abusar sexualmente de criança de 4 anos"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.