Arapongas

Arapongas apresenta redução na criminalidade; assista

O prefeito Sérgio Onofre destacou os esforços conjuntos; veja

Da Redação ·

Em solenidade nesta quinta-feira (3), Arapongas lançou o Plano Municipal de Segurança Pública 2022, uma ação que concentra atividades conjuntas entre a Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Conselho Comunitário de Segurança. O Plano é elaborado desde 2017. O secretário da pasta, Paulo Argati, frisou a importância e o fortalecimento das ações integradas. “Pelo sexto ano, temos o nosso Plano Municipal de Segurança, que vem mostrar que tanto as ações individuais de cada órgão, como as ações conjuntas têm dado maior sensação de bem-estar e segurança aos araponguenses”, disse. Argati reforça que o plano traz as metas a serem alcançadas ao longo de 2022, tendo também a participação da comunidade civil como um grande aliado. 

continua após publicidade

O prefeito Sérgio Onofre destacou os esforços conjuntos. “Vemos quedas em diversos números nos índices da criminalidade e isto é importante. Uma integração que vem sendo feita desde o primeiro ano do nosso mandato.  Os órgãos de segurança de Arapongas têm contribuído para isto”, disse. Para os próximos anos, Onofre citou a implantação de mais escolas municipais com a disciplina cívico-militar e inauguração da Escola Estadual do Alto da Boa Vista; para março. O intuito é de que a instituição seja militarizada com o apoio do Exército.

COMPARATIVO

continua após publicidade

Na mesma oportunidade, foram apresentados também os índices da criminalidade referentes ao ano passado. No relatório apresentado pelo subcomandante da 7ª Companhia Independente da Polícia Militar, capitão Dejair Budkevitz, o município apontou quedas na criminalidade – em um comparativo entre 2020 e 2021. Entre os números mais relevantes, no que diz respeito aos furtos de veículos, Arapongas registrou 197 em 2020 para 176 em 2021; furtos a residência foram 305 em 2020 e 270 em 2022 – redução de 11%; 24 roubos de veículos em 2020 e 14 em 2021 – diminuição de 42%; roubos em locais públicos foram 136 em 2020 para 89 no ano passado – queda de 35%. 

Os homicídios dolosos também apresentaram queda. Em 2020, Arapongas registrou 13 crimes desta natureza. Em 2021, foram nove. Ainda de acordo com o delegado chefe da 22ª Subdivisão, Dr. Maurício de Oliveira Camargo, dos homicídios ocorridos no ano passado, apenas um deles ainda não foi elucidado. “Dos nove crimes de homicídio doloso, oito foram elucidados e os envolvidos permanecem presos. Apenas um caso ainda não foi concluído. Mesmo com uma equipe extremamente reduzida da Polícia Civil – para o porte de um município como Arapongas - temos dado uma resposta eficaz. Importante ressaltar a eficácia das ações conjuntas entre as Forças de Segurança”, pontou. 

TRÂNSITO – Em 2020, Arapongas obteve o registro de 826 acidentes – para 936 em 2021; aumento de 13%. Os atropelamentos também tiveram uma alta; 20 em 2020 para 24 em 2021 – aumento de 20%, bem como os acidentes com bicicletas: 20 em 2020 e 39 em 2021; aumento de 95%. Quedas nos óbitos: oito em 2020 e 6 em 2021; diminuição de 25%. O registro de feridos no trânsito também teve diminuição: 490 em 2020 e 442 em 2021; redução de 10%. 

continua após publicidade

DEMAIS OCORRÊNCIAS

Em 2020, foram registradas 70 ocorrências com apreensões de drogas para consumo. Em 2021 subiu para 73. Já o tráfico de drogas teve 165 ocorrências em 2020 para 176 em 2021. Os veículos recuperados foram 88 em 2020 e 126 no ano passado; variação de 43%. O relatório traz ainda: 569 pessoas detidas em 2020 – para 493 em 2021; 72 menores apreendidos em 2020 – para 43 em 2021; 137 detenções por tráfico em 2020 – para 116 em 2021 e 31 apreensões de menores em 2020 – para 22 em 2021. 

ENTORPECENTES 

continua após publicidade

Arapongas registrou um aumento na apreensão de LSD (pontos); 594 em 2020 e 1.135 em 2021; aumento de 91%. As apreensões de Ecstasy também cresceram: 104 comprimidos em 2020 para 1.006 em 2021; aumento de 867%. As apreensões de crack subiram de 3,7 kg (em 2020) para 5,1kg (em 2021), o que representa aumento de 38%. As apreensões de maconha e cocaína apresentaram queda. Em 2020, 1.309 kg foram tirados de circulação. Já em 2021, 698,4kg. Cocaína: 12,2kg em 2020 e 6,8kg em 2021. 

Participaram também do evento o vice-prefeito Jair Milani, presidente da Câmara de Vereadores, Rubão, Dra. Taís Orlandini, delegada 22ª Subdivisão, tenente-coronel Humberto Cavalcante, tenente-coronel Hiberaldi Correia de Lima, Comandante 2º Comando PMPR, capitão Wallacy Xavier de Souza, comandante do Corpo de Bombeiros de Arapongas, presidente do Conseg, Wesley Squilino, presidente da OAB Arapongas, Aline Graziele de Oliveira, supervisor da GMA, GM Micheletti, secretários municipais Nilson Violato, Lúcia Golon, diretor de Trânsito, Major Gussi, os vereadores Meyre Farias, Rodrigo de Deus, major Arduin, Toninho da Ambulância, Toxinha, Zé Maria e Marcelo Junio, presidente da ACIA, Anderson Molina, presidente do SIMA, José Lopes Aquino, presidente da Abimóvel, Irineu Munhoz.