Arapongas

Acidentes com trem em Arapongas geram alerta

Neste ano, apenas nos três primeiros meses, já foram 5 ocorrências

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Acidentes com trem em Arapongas geram alerta
Acidentes com trem em Arapongas geram alerta

De acordo com dados divulgados pela Rumo, empresa que administra a linha férrea na região, em Arapongas, aconteceram 8 acidentes em 2019 e 7 em 2020. Neste ano, apenas nos três primeiros meses, já foram 5 ocorrências. 

continua após publicidade

Ainda segundo a concessionária, desde 2020 só foram registrados acidentes do tipo abalroamentos, casos em que os veículos se chocam contra o trem. 

Os constantes acidentes registrados na linha férrea que corta o município de Arapongas preocupam autoridades de trânsito e estão mobilizando a administração municipal a buscar alternativas para melhorar a segurança nas travessias.

continua após publicidade

A ocorrência mais recente que não é contabilizada no levantamento aconteceu no último dia 12, quando um caminhão carregado de pedra brita se chocou contra o trem próximo ao cruzamento da Avenida Rouxinol com a Avenida Arapongas. Ninguém ficou ferido.

Segundo o secretário municipal de Segurança e Trânsito de Arapongas Paulo Sergio Argati, a velocidade com que as composições atravessam o perímetro urbano da cidade estariam contribuindo para que os acidentes ocorram, e por essa razão, ele estaria tentando contato com a Rumo para discutir o tema. “Eu já fiz contato com a Rumo na tentativa de marcar uma reunião com os responsáveis para discutir essa questão da velocidade, mas ainda não consegui ser recebido. Nosso pedido é justamente para que a velocidade dos trens diminua quando estiverem passando pelo perímetro urbano”, disse o secretário.

O secretário destacou ainda que um projeto da pasta já foi apresentado ao prefeito Sergio Onofre para contratação de uma empresa terceirizada para implantação de sinalização sonora e luminosa nos principais trechos onde os acidentes ocorrem. “A secretaria já fez o orçamento e o projeto está em análise no executivo. Identificamos oito pontos da travessia onde ocorrem o maior número de acidentes e a ideia é contratar uma empresa que trabalhe a sinalização durante a passagem dos trens nestes locais”, informou o secretário.

continua após publicidade

De acordo com Argati, o prefeito da cidade cumpre agenda nessa semana em Brasília e uma das pautas foi pleitear uma solução sobre a transposição da linha férrea no município.

“Existem projetos no Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT) para a questão da transposição da linha férrea em Arapongas. O órgão esteve realizando um estudo para viabilizar a obra há cerca de 5 meses. O prefeito esteve em Brasília e uma das reuniões lá foi justamente para tratar deste assunto”, revelou.