Arapongas

Estabelecimentos terão que medir temperatura de clientes em Arapongas

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Estabelecimentos terão que medir temperatura de clientes em Arapongas
Estabelecimentos terão que medir temperatura de clientes em Arapongas

A Prefeitura de Arapongas vai cobrar medidas mais rígidas de prevenção para os estabelecimentos que se mantém atividade. Decreto com as disposições foi publicado nesta terça-feira. Supermercados e mercearias, além de outros estabelecimentos, ficam obrigados a mensurar a temperatura de todos os clientes na entrada. Com temperaturas acima de 37,7 graus, o cliente deve ser orientado a procurar o atendimento médico. 

continua após publicidade

No caso de supermercados e mercearias, também passa a ser determinada a limpeza das mãos dos clientes com álcool 70% antes da entrada e limpeza em todos os carrinhos e cestas a serem entregues aos clientes, além das esteiras de caixas e balanças.

O decreto determina também que os estabelecimentos demarquem distância de pelo menos dois metros em todas as filas, além de exigir uso de máscara dos trabalhadores que tenham contato direto com os clientes e estabelecer barreira física com acrílicos em balcões e caixas. Para os açougues, além das mesmas determinações, não será permitida a entrada de mais que três clientes de uma vez.

Medidas semelhantes se aplicam aos bancos e lotéricas, no que diz respeito à medição de temperatura e higienização com álcool em gel. O decreto traz determinações na mesma linha para postos de combustível e lojas de conveniência.

Salões de beleza e barbearias foram autorizados ontem a funcionar, porém com normas rígidas, como a medição de temperatura e a proibição expressa de atendimento a clientes que apresentarem sintomas respiratórios. Os profissionais que atuam nesses locais devem usar obrigatoriamente óculos de proteção, não podendo haver concentração de clientes aguardando atendimento. O decreto estabelece uso obrigatório pelo cliente de avental descartável (TNT), tempo máximo de 45 minutos por cliente no estabelecimento, distância de pelo menos dois metros entre as cadeiras, uso de máscaras cirúrgicas de TNT pelos profissionais e clientes, não sendo permitido o uso de máscaras de tecido e, para procedimentos em que os profissionais precisem ficar a menos de 60 centímetros de distância dos clientes, uso obrigatório pelo profissional de máscaras N95 ou equivalentes.

O município de Arapongas confirmou nesta terça-feira o primeiro caso de coronavírus.