Mais lidas
Ver todos

    Arapongas

    Orquestra de Cordas de Arapongas seleciona alunos

    Foto: Sergio Rodrigo
    Foto por
    Escrito por Aline Andrade
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    Um projeto social iniciado em Arapongas em 2013 na Paróquia Santa Rita de Cassia está ensinando música para crianças e adolescentes de bairros da zona sul gratuitamente. Até o final de março, novos alunos serão admitidos através de inscrições que já estão abertas.Idealizado pelo padre José Roberto Rezende, atual cura da catedral de Apucarana, o projeto Orquestra de Cordas nasceu quando ele era responsável pela Paróquia em Arapongas. Ao longo dos 7 anos de existência, mais de 100 crianças e adolescentes daquela região já tocaram no projeto que atualmente atende 30 alunos.A coordenadora do trabalho Liliane Aparecida de Souza do Prado explica que os alunos recebem orientações e aulas didáticas duas vezes por semana no salão paroquial, sempre às segundas e quartas-feiras, das 18 às 20 horas. As aulas são gratuitas e o material e instrumentos são emprestados aos alunos durante o curso. Um casal da cidade que prefere não aparecer é quem sustenta financeiramente as aulas.Liliane está à frente do trabalho, junto com o marido, desde o início. Eles atuam como monitores, tudo de forma voluntária. “O trabalho surgiu para atender a um sonho do padre Rezende de formar uma orquestra na igreja. Eu e meu marido abraçamos a ideia e estamos aqui até hoje”, conta.A coordenadora explica que o principal objetivo das aulas é tirar as crianças e jovens das ruas e dar a eles uma oportunidade de aprender algo diferente. “Queremos ensinar a música que futuramente pode até gerar renda para as famílias e principalmente incentivá-los ao caminho do bem”, detalha.“No início foi bem conturbado porque a meninada era muito bagunceira e não entendia o sentido do projeto. Muitos iam só para fazer bagunça e o projeto quase teve fim. Mas eu e meu marido perseveramos, rezamos muito e selecionamos as crianças que realmente queriam tocar. Aos poucos o trabalho foi crescendo”, conta Liliane.Ao longo desses anos, os voluntários viram muitas histórias sendo transformadas e, de acordo com a coordenadora, a mais marcante para ela foi a de um aluno chamado Humberto, que hoje está afastado das aulas. “No início ele era desobediente e agitado e chegou a abandonar o curso 5 vezes. Como somos uma  família, eu sempre ia atrás, conversava com a família dele, conversava com ele, e explicava como isso seria bom para o futuro dele. Esse trabalho valeu a pena, ele perseverou e hoje é um exemplo para os outros jovens. Hoje, com 18 anos, ele está afastado do projeto por estar servindo ao exército, mas deve voltar assim que possível a tocar conosco”, conta orgulhosa.A coordenadora acredita que a soma das forças de diversos voluntários e apoiadores é que torna possível este trabalho. “Agradecemos a Deus, ao padre Rezende, aos nossos professores e também ao nosso pároco atual, padre Paulo Sergio que nos apoia em tudo. Quero expressar minha gratidão também ao casal que patrocina este trabalho e não quer aparecer. Tudo isso é feito graças ao apoio de todos”, afirma.

    PAIXÃO POR ENSINAR

    Professor desde o início do projeto, o músico araponguense Orlei Ribeiro Machado foi convidado ensinar como voluntário e aceitou a empreitada. Com formação em violino, Machado desenvolveu a orquestra com instrumentos de arco como violinos, violoncelos, violas e contrabaixo. O projeto conta também com pianista e violonista voluntários para ensinar os jovens. A orquestra participa periodicamente nas missas de domingo pela manhã e também já se apresentou em recitais na cidade.Para o músico, o sentimento em fazer parte deste trabalho se resume em gratidão. “Sou grato por ser voluntário e sei que significa uma grande responsabilidade, pois estamos pouco a pouco colaborando para um cenário musical mais diversificado, onde a música de orquestra também se fortalece na região. Além disso, ajudando estes jovens, estamos impactando positivamente as pessoas do bairro. Graças ao envolvimento destes alunos no projeto foi possível evitar que muitos deles procurassem ir para um mau caminho”, disse o professor.

    INSCRIÇÕES

    O projeto está com inscrições abertas até o final de março para crianças e adolescentes de 10 a 18 anos, preferencialmente que sejam moradores de bairros da Zona Sul da cidade, por estarem mais próximos à paróquia. Os interessados devem procurar o salão paroquial que fica na rua Canário Pardo nº 165, Conjunto Padre Bernardo. Informações também podem ser repassadas pelo telefone 43 99969-2210.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Homem é preso após arremessar drogas na cadeia de Arapongas

    Deixe seu comentário sobre: "Orquestra de Cordas de Arapongas seleciona alunos"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.