Mais lidas
Ver todos

    Arapongas

    Arapongas proíbe soltura de rojões barulhentos

    Entidades acompanharam votação do projeto na câmara
    Foto por
    Escrito por Edison Costa
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    O prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre da Silva (PSC), sancionou e publicou nesta terça-feira (7) no Diário Oficial do Município a Lei nº 4.865, de 23 de dezembro de 2019, que proíbe em Arapongas a manuseio, a utilização e a soltura de fogos de estampidos e artifícios, assim como quaisquer artefatos pirotécnicos que produzam barulho. Incluem-se nesta proibição os rojões de estouros, bombas, morteiros, busca-pés e outros ruidosos.
    O projeto de lei, subscrito pelos 15 vereadores, foi aprovado em sessões extraordinárias em dezembro do ano passado, com apenas o voto contrário do vereador Rubens Franzin Manoel (PP), o Rubão. A proposta do Legislativo substituiu um projeto de lei de iniciativa popular, encabeçado pelas entidades defensoras dos animais e do meio ambiente, que continha cerca de 5.050 assinaturas num abaixo-assinado. A substituição teve como objetivo dar mais celeridade na votação da matéria antes do encerramento do exercício de 2019.
    A aprovação do projeto ocorreu depois de várias vezes adiada por um motivo ou outro e sob pressão dos segmentos organizados contrários à soltura de rojões barulhentos. A alegação das entidades que encaminharam o projeto de iniciativa popular é que a queima de fogos de artifício com estampidos em festas e outras comemorações prejudicam os animais, especialmente os cães, e também idosos, autistas e pessoas doentes que estejam em casa ou nos hospitais. A proposta é que esses rojões sejam substituídos por outros apenas luminosos, os denominados “fogos de vista”, ou ainda similares que acarretam barulho de baixa intensidade.
    A pessoa que for flagrada violando esta lei receberá uma advertência na primeira vez. Em caso de reincidência será aplicada multa no valor de R$ 500. Os contrários à lei, entre eles, fabricantes e revendedores desses artigos, consideram a lei inconstitucional.

     

     

     

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    A luta das mulheres por direitos no Brasil, com Aline Rocha e Gabriela Sacchelli

    Deixe seu comentário sobre: "Arapongas proíbe soltura de rojões barulhentos"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.