Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Arapongas

Grupo Simbal confirma acerto de R$ 2,8 milhões para 2 mil trabalhadores

.

Foto: Sérgio Rodrigo
Foto: Sérgio Rodrigo

Mais de 1900 trabalhadores e ex-funcionários do Grupo Simbal de Arapongas serão beneficiados com acertos trabalhistas. A notícia foi confirmada pelo advogado da empresa Luís Gustavo Colanzi. 

O advogado informou que foi realizada uma Assembleia de Credores para recuperação judicial do Grupo Simbal, na última quarta-feira (14), na oportunidade foi aprovada por margem expressiva, a liberação da quantia de R$ 2.795.000,00 (dois milhões e setecentos e noventa e cinco mil reais), para pagamento dos credores trabalhistas. “A aprovação, que depende de homologação judicial, foi comemorada pela empresa e pelos trabalhadores, pois trará grandes benefícios para a região e para muitas famílias”, repassou Luís Gustavo. 

Segundo o profissional, todos os trabalhadores e ex-funcionários que estão habilitados na recuperação judicial vão receber integralmente. "Não ficará nenhum trabalhador de fora. A empresa encontra-se em atividades normais, se reestruturando buscando superar a crise. Esse valor liquida integralmente a demanda trabalhista da recuperação judicial”, destaca o advogado. 

De acordo com Luís Gustavo, os credores decidiram suspender a assembleia por 90 dias. "Nessa assembleia teve deliberação somente em relação aos créditos trabalhistas. Os credores das outras categorias receberão através de imóveis. Por isso houve a suspensão, para aprofundar as negociações", finaliza o advogado. 

Em junho de 2015, o grupo do setor moveleiro Simbal, entrou com um pedido de Recuperação Judicial.  

De acordo com nota divulgada pela Simbal na época, o agravamento da crise no setor, que registrou queda de 30% nas vendas no varejo em 2015,  e os custos de produção e tributários provocaram desequilíbrio das contas do grupo empresarial, sendo, portanto, necessária a recuperação judicial para sanar as empresas do conglomerado e preservar os cerca de 1,9 mil empregos diretos. 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Arapongas

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber