Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Arapongas

Arapongas vai castrar cães de rua e construir novo canil 

.

Abandono de cães na Colônia Esperança motivou boletim de ocorrência (Foto: Sérgio Rodrigo)
Abandono de cães na Colônia Esperança motivou boletim de ocorrência (Foto: Sérgio Rodrigo)

O número crescente de animais de rua tem preocupado a Secretaria do Meio Ambiente de Arapongas. Por isso, o poder público municipal já licitou o serviço de castração dos cães abandonados na cidade, que começa neste mês. O próximo passo é a construção do canil municipal, que já está em estágio avançado de planejamento e deverá ter licitação lançada nas próximas semanas. O problema chegou, inclusive, a motivar um Boletim de Ocorrência registrado pela paróquia da Colônia Esperança, um dos locais utilizados para o abandono de animais.

A secretaria municipal estima que, dos cerca de 18 mil animais domésticos vivendo em Arapongas, em torno de 1,2 mil não têm domicílio, vivendo nas ruas da cidade. Já licitado e prestes a ser iniciado por uma empresa de Apucarana, o serviço de castração deverá atender em torno de 180 cães machos por ano. “O foco será nos machos por uma questão prática. Além de mais barato do que nas fêmeas, o procedimento é menos invasivo e de recuperação mais rápida”, afirma Luiz Gonzaga Pereira, secretário municipal do Meio Ambiente.
Outra demanda considerada urgente é a construção do canil municipal. Hoje, há um espaço que abriga 230 animais que precisam de cuidados na cidade, mas mantido por voluntários e considerado inadequado. O novo canil será construído no mesmo local, na região sul da cidade, e deverá abrigar 180 cães.
Para acertar os detalhes da construção, o prefeito em exercício, Jair Milani (PP), esteve reunido com representantes da Organização de Proteção aos Animais de Arapongas (OPAA), que é quem cuida atualmente do canil. Gonzaga, que também esteve no encontro, diz que a elaboração do edital de licitação encontra-se em reta final. “Serão feitas pequenas alterações e, dentro de uma semana, será publicado. Será um local totalmente adequado às normas, voltado ao recebimento de animais que necessitam de cuidados, inclusive com sala cirúrgica. Tomamos como modelo o canil de Apucarana, que funciona muito bem”.
Ainda segundo o secretário, projetos de educação ambiental, que já eram desenvolvidos no ano passado, terão continuidade. “Continuaremos o trabalho junto às escolas. O problema do abandono animal só será solucionado quando as pessoas se conscientizarem que são responsáveis pelo bem-estar de seus animais”, diz.


Aumento de cães de rua na Colônia
Esperança motivou padre a registrar BO 

O problema do abandono de animais gerou um Boletim de Ocorrência (BO), feito pelo padre Marcos Donizete Bertanha, pároco da igreja Sagrado Coração de Jesus, na Colônia Esperança. “Este é um problema que estamos enfrentando há anos. A Colônia Esperança sempre foi utilizada como local para abandono de animais. O cúmulo aconteceu há cerca de três semanas, quando um cão da raça pitbull foi abandonado. Precisamos chamar o Corpo de Bombeiros para capturar o animal, por conta da agressividade”, diz o padre.A reportagem esteve no local e constatou a grande população de cães na região. Há também bacias com água e comida que, segundo o padre, são deixadas por moradores das proximidades. “Há risco de ataques destes animais às pessoas, principalmente crianças que frequentam a escola. Há também o risco de acidentes automobilísticos e de propagação de doenças, visto que a grande quantidade de animais ajuda a propagar carrapatos na área. Por isso, estamos fazendo um abaixo-assinado com o intuito de pedir providências ao poder público, como mais atenção da Guarda Municipal”.Segundo a Secretaria do Meio Ambiente, além da Colônia Esperança, vários outros lugares são usados para abandono de animais na cidade, como a usina de reciclagem, os bairros Casagrande e Interlagos, além de estradas rurais. Abandono e maus tratos de animais é crime, previsto na Lei Federal 9.605/98 e no artigo 164 do Código Penal. A pena prevista é de prisão por até 1 ano e multa.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Soprap

Edhucca

Últimas de Arapongas

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber