Facebook Img Logo
  1. Edhucca Banner
Mais lidas
Arapongas

Vereadores querem mudar sessão para período da tarde em Arapongas

.

Sessão ordinária da Câmara de Arapongas
Sessão ordinária da Câmara de Arapongas

Nove vereadores de Arapongas assinaram e apresentaram um projeto de resolução que altera o Regimento Interno da Câmara. Na prática, o projeto muda o horário das sessões ordinárias de segunda-feira, que são realizadas às 20 horas, para as 16 horas.
A proposta é assinada pelos vereadores Adauto Fornazieri (PSC), Agnelson Galassi (PHS), Angélica Ferreira (PSC), a Angélica Enfermeira, Antônio Carlos Chavioli (PHS), popular Toninho da Saúde, Aroldo César Pagan (PHS), Cleide Bisca (PSDB), Fernando Oliveira (PSDB), Miguel Messias (SD) e Reivaldo dos Santos (PTB). O documento foi lido na sessão ordinária do dia 28 de maio e encontra-se tramitando na Casa aguardando parecer das comissões permanentes. Mesmo antes de ser discutido em plenário, o projeto já é alvo de críticas da população, em especial nas redes sociais, que não concorda com a mudança de horário da noite para o período da tarde.
Na justificativa do projeto, os vereadores que o subscrevem alegam que as sessões ordinárias da noite têm registrado um baixo número de participação popular. Observam ainda que, quando da realização de sessões extraordinárias pela manhã, apenas quando se trata de assuntos específicos é que o Plenário acaba recebendo alguma participação da população.
Os vereadores frisam que, mesmo durante à tarde, as sessões continuarão com suas transmissões online, meio pelo qual a câmara vem se tornando mais usual pela população para acompanhar os trabalhos da Casa.
Outra justificativa para a mudança do horário é que a realização de sessões à tarde vai proporcionar uma economia para o Legislativo e, consequentemente, para os cofres públicos. Além disso, a mudança de horário possibilitará a participação de alunos das escolas municipais, os quais poderão ser levados por seus professores para conhecimento do trabalho legislativo.
O vereador Adauto Fornazieri, um dos signatários do projeto, justifica ainda que todas as câmaras de vereadores da região realizam suas sessões à tarde. Também à tarde acontecem as sessões da Assembleia Legislativa do Paraná e do Congresso Nacional. “Por que só Arapongas tem que realizar sessão à noite?”, indaga.
Para Fornazieri, a mudança de horário da noite para a tarde não vai alterar a participação popular nas sessões da Câmara. Segundo ele, seja à noite ou à tarde o povo não participa mesmo. Além disso, a mudança de horário propicia economia de despesas, avalia o vereador.

CONTRA O presidente da Câmara, Osvaldo Alves dos Santos (PSC), o Osvaldinho, já adiantou que é contra a mudança de horário da sessão ordinária das 20 horas para as 16 horas. “Enquanto eu estiver aqui na presidência da Câmara não vai mudar nada, o horário vai continuar o mesmo”, garante. Segundo ele, o povo trabalha durante o dia e o único horário que tem condições de assistir a uma sessão da Câmara é à noite. “É neste horário que vêm sendo realizadas as sessões há muitos anos e assim vão continuar”, garante.

 

 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Arapongas

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber