Mais lidas
Arapongas

Rapaz morre após passar mal em Delegacia

.

Andre Luis Nicolini, de 24 anos, começou a passar mal na Delegacia de Arapongas - Foto: Divulgação
Andre Luis Nicolini, de 24 anos, começou a passar mal na Delegacia de Arapongas - Foto: Divulgação

Uma situação de prisões em flagrante e apreensão de drogas que supostamente seriam comercializadas teve um desfecho incomum e trágico na noite de quarta-feira (23) em Arapongas. Um rapaz de 24 anos morreu após ser preso por equipe da Guarda Municipal (GM) junto com outro jovem de 20 anos sob suspeita de envolvimento com entorpecentes.

O fato aconteceu na zona leste da cidade, onde a equipe GM Motos estava em patrulhamento e acabou avistando um veículo VW Polo na cor preta ocupado por dois rapazes em atitudes suspeitas. 

O motorista do automóvel, Andre Luis Nicolini, de 24 anos, teria esboçado nervosismo ao perceber a presença da GM e após solicitação de apoio, guardas municipais abordaram o carro.

Arma, munições e maconha apreendidas pela GM de Arapongas
Foto: Divulgação 

Em buscas no veículo a GM localizou no assoalho uma embalagem contendo cerca de meio quilo de maconha. O passageiro do automóvel, identificado como Lucas Paulo Martins, de 20 anos ,assumiu a posse da droga, e ainda relatou que em sua residência teria mais entorpecente.

Ecstasy e LSD
Os guardas foram até a casa do jovem e localizaram mais 170 gramas de maconha, 16 comprimidos de ecstasy e dois micro pontos de LSD. Sob a cama de Martins foi localizado ainda um revólver calibre 38 municiado, além de mais 7 munições calibre 38 chadas dentro de um guarda roupas.

Foto: Divulgação 

Passou mal na Delegacia
Andre Luis Nicolini e Lucas Paulo receberam voz de prisão, mas quando ambos  já estavam na 22 Subdivisão Policial (SDP) Nicolini passou mal. Ele foi socorrido pelo Samu e levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas faleceu pouco depois.  

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana para exame de necropsia. A causa da morte de Nicolini só poderá ser confirmada após conclusão do laudo do IML. 

A morte
Segundo informações de policiais, Andre Luis Nicolini começou a passar mal logo após chegar na delegacia, apresentando vômito e dores. Questionado pelos GMs o preso relatou que estaria com fortes dores abdominais. As equipes da GM acionaram uma equipe do SAMU para socorrer o rapaz.

Segundo os GMs, pelo fato de Andre ter sido encaminhado com drogas sintéticas, há a suspeição dele ter engolido algum entorpecente no momento da abordagem, porém o fato só poderá ser confirmado após o laudo do IML.

Andre Luis foi encaminhado ao UPA de Arapongas, onde foi atendido e medicado, porém segundo informações seu quadro foi se agravando. Na madrugada a vítima teve uma parada cardíaca, foi realizado as manobras de reversão por mais de 40 minutos, mas Andre não resistiu.

O corpo foi encaminhado ao IML de Apucarana. Durante o exame de necropsia não foi encontrado nenhuma lesão no corpo da vítima. 

Fonte: site FatoAtual


×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber