Mais lidas
Arapongas

Estrada do Araguari será pavimentada

.

Estrada do Araguari tem fluxo constante de veículos (Delair Garcia)
Estrada do Araguari tem fluxo constante de veículos (Delair Garcia)

Uma obra esperada há duas décadas por moradores da região da Estrada do Araguari, que liga via estradas rurais os municípios de Arapongas e Londrina, deverá sair do papel no início de 2018. A pavimentação da via rural com pedras irregulares, avaliada em R$ 2, 8 milhões, vai melhorar não só transporte de moradores, mas também o escoamento agrícola das propriedades rurais da região, em especial do laticínio do Assentamento Dorcelina Folador, que é responsável por fornecer leite às crianças da rede municipal de Arapongas, Apucarana e Londrina. 

O prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre da Silva (PSC), acredita que, como o recurso já foi liberado pela Secretaria de Agricultura e o edital já está em andamento, os trâmites burocráticos relacionados à licitação se resolvam ainda neste ano. “A expectativa é que as obras comecem no início do próximo ano. A pavimentação da Estrada do Araguari é uma reivindicação muito antiga dos moradores dessa região”, afirma.

Onofre acrescenta que a medida irá melhorar o escoamento da produção agrícola, além de tornar o tráfego de veículos mais seguro. “Essa região é extremamente produtiva. Diariamente, o Assentamento Dorcelina Folador, por exemplo, processa cerca de 30 mil litros de leite. Além disso, moradores de várias outras propriedades agrícolas também utilizam a estrada”, pontua.

Além do escoamento agrícola, o prefeito observa que o transporte escolar e o acesso a Londrina também serão facilitados, uma vez que a Estrada do Araguari é usada regularmente por moradores para chegar ao município vizinho.

Para a presidente da Cooperativa de Comercialização e Reforma Agrária União Camponesa (Copran), Dirlete Dellazeri, a pavimentação irá melhorar significativamente o transporte. “Todos os dias saem do laticínio 15 caminhões carregados com leite, iogurte e queijo. Parte desses produtos é entregue nas escolas municipais e supermercados da região. Porém, como trabalhamos com alimentos, às vezes é preciso lavar o caminhão antes da entrega, porque fica muito empoeirados ou com lama”, observa.

No Assentamento, segundo Dirlete, moram 92 famílias, que utilizam diariamente a estrada , como as crianças e jovens para irem até a escola ou universidade. “Além disso, é usada também para ir a Londrina. Em 35 minutos, geralmente, já estamos na região do Shopping Catuaí”, ressalta. 

A Estrada do Araguari tem cerca de 12 km, sendo 6 km da BR-369 até a sede do Assentamento. O percurso até Londrina, que tem cerca de 35 km, é feito através de outras vias rurais como a Estrada do Bule, que sai no Patrimônio Regina, na região da Gleba Palhano. A Prefeitura de Londrina informou que não tem, no momento, projeto para pavimentar vias rurais que ligam o município a Arapongas. 

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber