Arapongas

Arapongas capacita agentes no combate a escorpiões

Da Redação ·
Arapongas capacita agentes no combate a escorpiões​ - Foto: Divulgação
Arapongas capacita agentes no combate a escorpiões​ - Foto: Divulgação

O Controle de Endemias da prefeitura de Arapongas está realizando ações preventivas relacionadas ao escorpião. O trabalho envolve capacitação de Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes Comunitários de Endemias (ACE) e vistorias nos imóveis.

continua após publicidade

Conforme o coordenador de Endemias, Valdecir Pardini, até agora nenhum ataque de escorpião foi registrado no município, mas a população tem procurado mais o serviço por conta da infestação da praga. Ontem de uma suspeita de infestação do escorpião amarelo, Tityus serrulatus, - espécie cujo veneno é mais agressivo e que ocasionou duas mortes neste ano no estado - colocou a equipe em alerta. 

“Até agora só tínhamos recebido escorpiões pretos trazidos pela população, mas hoje (ontem) apareceu um morador com um escorpião que temos quase certeza ser o Tityus serrulatus”, comenta. O espécie será encaminhado ao Setor de Zoonoses da Secretaria de Estado da Saúde e hoje uma equipe da prefeitura vai fazer uma vistoria no local onde o escorpião foi encontrado. 

continua após publicidade

Segundo Pardini, cerca de 150 agentes já passaram pelo treinamento visando medidas de controle populacional de escorpiões, uma vez que têm sido registrados casos de aparecimento do gênero de escorpiões pretos na cidade, que apesar de não ter veneno ativo, merece atenção.

No treinamento, os agentes receberam instruções de identificação de espécies, manuseio e como evitar as condições propícias ao abrigo e proliferação de escorpiões, tanto em áreas internas como externas de imóveis e residências (ver listagem abaixo).“Estamos intensificando as ações para evitar maiores problemas, mas a população pode nos ajudar adotando medidas simples, como limpeza das áreas que circundam as moradias, que certamente irão inibir a proliferação de escorpiões em nossa cidade”, disse Pardini.