Mais lidas
Arapongas

Arapongas é destaque na produção de ovos

.

Produtores de ovos de Arapongas comemoram aumento no consumo médio do produto | Foto: Sérgio Rodrigo
Produtores de ovos de Arapongas comemoram aumento no consumo médio do produto | Foto: Sérgio Rodrigo

O município de Arapongas é o líder em produção de ovos no estado. De acordo com a Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento (Seab), no ano passado, saíram do município 403,5 milhões de unidades, totalizando uma receita de R$ 80 milhões. Este segmento da avicultura representa 25,8% de tudo o que é produzido pelo agronegócio local. De acordo com produtores, os números são bons, mas poderiam ser ainda maiores. 

Sócio-proprietário de uma empresa produtora de ovos para consumo, Oscar Hayashida afirma que o setor está apresentando números acima da expectativa. “Com a situação atual da nossa economia, podemos dizer que a produção está muito boa. Ano passado, com o milho em alta, foi bastante difícil. O milho representa 60% da alimentação das galinhas. Mas este ano, a situação está mais estabilizada”, diz, referindo-se a cotação do milho, que está em baixa.A família de Oscar está há 59 anos na produção de ovos e, há 20, criou a empresa como forma de padronização e comercialização do produto. Hoje, ela é uma das maiores produtoras de ovos do estado. Com 1,1 milhão de aves, a produção média é de 800 mil ovos por dia, totalizando aproximadamente 24 milhões de ovos todos os meses. 

A produção vai para outros sete estados além do Paraná.“Já estamos iniciando a quarta geração da família no negócio. A única ressalva que fazemos é com relação ao apoio governamental, que fica bem abaixo em comparação com outros estados. Nos últimos anos, o Paraná perdeu a segunda colocação nacional do setor e, hoje, é o sexto”, ressalta.

Proprietário de uma empresa com 50 anos de mercado, Dirceu Cortez afirma que a tradição é um dos motivos que coloca Arapongas no topo da produção de ovos do estado. “A imensa maioria das granjas da cidade possui décadas de funcionamento, passando de pai para filho ao longo dos anos. Acredito que esse conhecimento de vários anos, aliado a um pouco de teimosia dos produtores locais, é o que faz com que estejamos neste patamar”, destaca.

O empresário, cuja granja produz em média 200 mil unidades por dia, comemora o aumento do consumo do produto. Em 2010, o consumo per capta do brasileiro era de 148 ovos por ano. Hoje, a média aumentou 28,4%, atingindo 190 unidades anuais, de acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). O empresário aponta que o motivo para este aumento são as novas descobertas científicas.

“O ovo passou de veneno a remédio em pouco tempo. Hoje, há uma tendência enorme no consumo de ovos, sobretudo pelos jovens. Muitos deles estão deixando de consumir carboidratos e vendo no ovo a alternativa perfeita de comida saudável. Para impulsionar ainda mais a produção, o ideal seria o apoio do governo em impostos como o ICMS e o IPI, que impactam de 5 a 6% no preço final, seguindo o exemplo do estado de São Paulo”, destacou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber