Arapongas

Viapar inicia construção de novo acesso à rodoviária de Arapongas

.

Construção teve início nesta semana e servirá também para quem vem do norte da cidade com destino ao centro | Foto: Delair Garcia
Construção teve início nesta semana e servirá também para quem vem do norte da cidade com destino ao centro | Foto: Delair Garcia

A concessionária Viapar iniciou nesta semana as obras de alargamento da Avenida Maracanã, em Arapongas, no trecho de acesso à rodoviária local. A intenção é melhorar o fluxo de veículos que vêm da região norte da cidade com direção à própria rodoviária e também ao centro da cidade. Taxistas, lojistas e demais pessoas que trabalham no terminal rodoviário comemoraram a iniciativa.

O alargamento da via está sendo feito em um trecho de aproximadamente 150 metros da Avenida Maracanã, entre o semáforo existente na esquina da Rua Cambaxirra até o acesso para a Rua Gralha Azul. Após finalizada a obra, o trecho irá ganhar mais uma faixa para veículos, com largura de cerca de 2,5 metros.A obra atende uma antiga necessidade de readequação de acesso à rodoviária e a ruas centrais de Arapongas, devendo beneficiar motoristas que trafegam a partir do Parque Industrial Norte, Conjunto Flamingos e região, bem como aqueles que chegam de Rolândia, Londrina e demais municípios ao norte. 

A construção está prevista no acordo firmado recentemente entre a prefeitura e a Viapar que, além da redução tarifária do pedágio, antecipou a execução de algumas obras inclusas no contrato de concessão e a realização de outras não previstas.“Esta é uma reivindicação de muitos anos. Há uma população muito grande que irá se beneficiar deste novo acesso, sobretudo em horários de pico, quando o movimento sobe bastante”, afirma Jair Milani, vice-prefeito e secretário de Obras, Transportes e Desenvolvimento Urbano.

OUTRAS MELHORIAS

Segundo ele, a rodoviária deverá receber novas melhorias. “Ainda está em fase de projeto, mas queremos reformar o telhado da rodoviária. Não há previsão, mas deve ser a próxima obra a ser feita no prédio”, aponta. Recentemente, a prefeitura reformou os banheiros do local.Os taxistas, que trafegam diariamente no local, foram os que mais comemoraram a obra do novo acesso. “Hoje, o fluxo de veículos que trafegam pela Avenida Maracanã se confunde com os veículos que querem ir para o centro da cidade. Com isso, quem quer ir para a região central ou até mesmo entrar na rodoviária sofre. Em horário de pico, já precisei esperar o sinal abrir quatro vezes antes de conseguir entrar na rodoviária”, afirma o taxista Sérgio Fernandes.A também taxista Neuza Franson afirma que o principal problema do trecho é a falta de respeito. “Há uma faixa sinalizando a entrada da rodoviária, mas muitos veículos, principalmente caminhões, usam essa faixa para seguir em frente. Então, quando o semáforo fecha, essa faixa fica bloqueada. Com a nova obra, esse problema deve acabar”, diz.