Arapongas

Faturamento do Polo Moveleiro de Arapongas cai 4,7%

Da Redação ·
Os anos de 2015 e 2016 foram os únicos que registraram queda desde 2000. Foto - Trinuna do Norte
Os anos de 2015 e 2016 foram os únicos que registraram queda desde 2000. Foto - Trinuna do Norte

O faturamento do setor moveleiro araponguense ficou em R$ 1,521 bilhão em 2016, de acordo com o Sindicato das Indústrias Moveleiras de Arapongas (Sima). O valor é 4,7% inferior ao registrado em 2015, mantendo a queda que já dura dois anos. No entanto, a retração foi pequena, se comparada à do período anterior, que chegou a 10,6%. 

continua após publicidade

Já as exportações subiram 4,8%, chegando a quase US$ 98 milhões. De acordo com o sindicato patronal, os números apontam para uma estabilização de mercado, mas a situação ainda preocupa. De acordo com os dados do SIMA, o faturamento em 2015 chegou a R$ 1,596 bilhão. Já no ano passado, com a queda de 4,7%, o faturamento ficou em R$ 1,521 bilhão. As perdas do período foram menores do que a inflação, que ficou em 6,29% (IPCA), mas maiores do que a retração do Produto Interno Bruto (PIB) do país, que ficou em -3,6%.

Os anos de 2015 e 2016 foram os dois únicos a registrarem queda desde 2000, primeiro ano em que o levantamento foi realizado.De acordo com Irineu Munhoz, presidente do Sima, a situação ainda inspira atenção. “Os números de faturamento de 2015 e de 2016 ficaram próximos, o que indica que a situação deu uma estabilizada. Mas isso, infelizmente, não significa que o mercado melhorou. O mercado ainda está estagnado, o que faz com que as empresas do setor moveleiro corram atrás para aumentar a eficiência e buscar novas fontes de faturamento”, aponta ele.

continua após publicidade

(Leia a matéria completa nas edições digital e impressa da Tribuna do Norte)